Nova oposição agora teme enfrentar rolo compressor

    17
    0
    COMPARTILHAR

    A base governista, formada oficialmente por 15 distritais, já definiu a partilha das principais
    Sem alternativa, os blocos PT-PP e PMDB-PTB, que ficaram sem nenhum assento na Mesa Diretora, já acreditam que não presidirão nenhuma comissão de relevância. A base governista, formada oficialmente por 15 distritais, já definiu a partilha das principais.

    O temor por parte da oposição é
    que um “rolo compressor” seja passado sobre os partidos que, na legislatura passada, dominaram a Câmara Legislativa. Ex-titular da Comissão de Assuntos Fundiários, o distrital Cristiano Araújo afirma que seu bloco “não tem o que oferecer” para o grupo governista.

    Definições tomadas

    “Essa Mesa foi construída na base do acordo e, como nós não participamos das negociações, as comissões já foram definidas. Eles bancaram cargos para todos os que participaram. Eles não vão desacomodar um de lá para acomodar um daqui”, lamentou Cristiano.

    Wasny de Roure (PT) criticou o comportamento dos novos distritais de partidos menores. “Os blocos com partidos novos precisam ter respeito com os mais antigos. Não é porque perdemos a majoritária que passarão o rolo compressor. Eles sequer têm os 16 deputados necessários para mudanças na Lei Orçamentária”, declarou Wasny, candiato à estratégica Comissão de Econômia, Orçamento e Finanças.

    Fonte: Da redação do Jornal de Brasília