Deputado de Sergipe será o primeiro a trabalhar com tornozeleira no Congresso

 

José Valdevan de Jesus Santos ficou 38 dias preso acusado de crimes eleitorais. Eleito pelo PSC, ele ficará com a tornozeleira enquanto cumpre mandato em Brasília.

Ele será o primeiro parlamentar da história atuando com tornozeleira no Congresso.

O alvará de soltura com as respectivas medidas cautelares deverá ser cumprido pela Polícia Federal, que investiga os crimes eleitorais imputados a Valdevan Noventa. O deputado federal eleito foi colocado em liberdade por decisão do Supremo Tribunal Federal em habeas corpus impetrado pela defesa. Mas as medidas cautelares foram definidas pelo juízo responsável pelo pedido de investigação e expedição do mandado de prisão.

Além do uso obrigatório de tornozeleira eletrônica, o deputado federal eleito está obrigado a comparecer mensalmente à Justiça Eleitoral em Sergipe para justificar as atividades e não ter contato com as testemunhas arroladas no processo judicial decorrente das denúncias que envolvem prática de crime eleitoral.

Informa Tudo DF