InícioMARINA ANUNCIA APOIO E VOTO EM AÉCIO NO SEGUNDO TURNO
Array

MARINA ANUNCIA APOIO E VOTO EM AÉCIO NO SEGUNDO TURNO

A DECISÃO OCORREU APÓS TUCANO TER ACATADO EXIGÊNCIAS DA EX-SENADORA
Aecio-e-Marina
Candidata derrotada à Presidência, Marina Silva (PSB) declarou neste domingo (12) seu voto e apoio à candidatura do tucano Aécio Neves, que enfrentará o segundo turno contra a reeleição da presidenta Dilma (PT). ”Chegou o momento de apostar na alternância de poder, com a batuta da sociedade, declaro meu voto e meu apoio à sua candidatura. Votarei em Aécio e o apoiarei”, afirmou Marina.
Marina anunciou o voto após Aécio ter assumido ontem bandeiras da ex-senadora, que teve mais de 21 milhões de votos no primeiro turno. O PPS e o PSB já declararam voto no tucano Aécio Neves.
Ao lado de seu colega de chapa, Beto Albuquerque (PSB), de aliados da Rede, do marido, Fabio Lima, e da filha Shalom, ex-senadora leu neste domingo (12) uma carta explicando seus motivos e elogiando avanços no programa do PSDB. ”Faço esta declaração como cidadã brasileira independente que continuará livre e coerentemente, suas lutas e batalhas no caminho que escolheu. Não estou com isso fazendo nenhum acordo ou aliança para governar. O que me move é minha consciência e assumo a responsabilidade pelas minhas escolhas”, afirmou.
A ex-senadora disse ainda que conversou com muitas pessoas até tomar a decisão de apoiar o tucano. “A minha posição neste momento tem o lastro daqueles que me empoderaram para liderar a campanha política no primeiro turno, respaldada neste lastro, após conversas com muitas pessoas, refletir sobre o momento importante que nosso país está vivendo, venho aqui manifestar minha posição como alguém que sabe da responsabilidade de quem teve mais de 21 milhões de votos”, disse.
Parte das demandas de Marina já estava no programa de governo do tucano, mas ele elaborou uma “carta compromisso” contemplando formalmente algumas das reivindicações da pessebista. “Quero, de início, deixar claro que entendo esse documento como uma carta compromisso com os brasileiros, com a nação. Rejeito qualquer interpretação de que seja dirigida a mim, em busca de apoio”, disse Marina na abertura de seu discurso ao lado do vice na sua chapa, Beto Albuquerque (PSB-RS).
“Os compromissos explicitados e assinados por Aécio tem como única destinatária a nação e a ela deve ser dada satisfação sobre seu cumprimento. E é apenas nessa condição que os avaliei para orientar minha posição neste segundo turno das eleições presidenciais.” A ex-senadora disse que não sabe ainda como participará da campanha do tucano, que os dois irão conversar.
O presidenciável tucano Aécio Neves também recebeu no sábado (11) o apoio formal de Renata Campos, viúva do ex-governador Eduardo Campos. Em carta lida por João, seu filho mais velho, Renata Campos disse acreditar “na capacidade de diálogo e gestão” do candidato e desejou “sorte” na corrida ao Planalto.

Fonte: Diário do Poder

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments