Moradores do Guará recebem escrituras

    18
    0
    Mutirão entrega quase 200 documentos da casa própria
     
    Moradores do Guará foram contemplados com o Mutirão das Escrituras do programa Regularizou, é Seu!, nessa quarta-feira (14). A Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano (Sedhab) e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab) entregaram 141 documentos a residentes das quadras QEs 38, 42, 44 e 46.
    A microempresária Therezinha Romão de Araújo Mavroids, 71 anos, mora com a mãe e o filho há 15 anos na QE 42. “Depois de muita luta estou finalmente recebendo minha escritura. Estou muito feliz!”, comemorou, ao receber a escritura na administração regional da cidade. Um convênio firmado entre o GDF e a associação dos cartórios reduziu o preço das certidões cartoriais. Normalmente elas custam cerca de R$ 1,2 mil, e agora custam menos de R$ 200.
    O presidente da Codhab, Rafael Oliveira, visivelmente abalado pela inesperada morte do presidenciável Eduardo Campos, com poucas palavras, falou aos moradores do Guará sobre as escrituras. “Apesar do momento triste para o país, este é um momento de muita felicidade para vocês que confiaram na nossa palavra e hoje recebem a escritura definitiva de suas casas.”

    OUTROS BENEFICIADOS  – Na ocasião, também foram entregues 55 escrituras para as famílias que possuem casas construídas pelo governo local nas décadas de 60, 70 e 80, mas que ainda não têm o documento definitivo do imóvel.
    Essas casas foram entregues em várias cidades do DF. Além do Guará, foram contempladas as cidades de Sobradinho, Gama, Taguatinga, Núcleo Bandeirante, Planaltina, Recanto das Emas, entre outras.
    As casas foram construídas por meio da extinta Sociedade de Habitação e Interesse Social (SHIS), com recursos próprios e convênios com o antigo Banco Nacional de Habitação (BNH) e Caixa Econômica Federal.
    Os imóveis fazem parte da Política de Habitação de Interesse Social do Distrito Federal e, dessa forma, estão contemplados com a isenção do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), ignorando os 2% sobre o valor do imóvel que seria cobrado do beneficiário.
    O mutirão continua até o fim do mês. A próxima cidade a ser contemplada é a Vila Planalto. A atividade ocorre na próxima terça-feira (19), às 18h30.
     

    Agência Brasília