Em campanha, Agnelo visita o Sol Nascente nessa terça

    22
    0
    COMPARTILHAR

    De acordo com o candidato, a situação do Sol Nascente ainda está longe da ideal, por isso aproveitou para falar sobre os planos para um próximo mandato, caso reeleito

    A maior favela da América Latina e umas das áreas de maior vulnerabilidade social do Distrito Federal, o Setor Sol Nascente, em Ceilândia, recebeu, ontem, o candidato à reeleição Agnelo Queiroz (PT). Por duas horas e meia, o governador caminhou pelo comércio local e conversou com moradores. Prometer mais investimento para a região, caso seja reeleito. Dois adversários, José Roberto Arruda e Rodrigo Rollemberg, já andaram por lá.
    Segundo Agnelo, o setor habitacional recebeu nos últimos anos recursos para infraestrutura. Uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), a maior do País, foi construída no local, que tem mais de 90 mil habitantes, mas que ainda conta com poeira, lama e áreas de risco e outras que esperam ser regularizadas. “Nosso povo aqui é muito sofrido, passou por muitas dificuldades. Em três anos e meio de governo fizemos toda a parte de projeto básico e executivo. Licitamos obras, construímos a UPA, que atende mais de 500 pessoas por dia, regularizamos os trechos 1 e 2, e nos próximos dois meses regularizaremos o trecho 3”, disse Agnelo Queiroz.
    Longe do ideal
    De acordo com o candidato, a situação do Sol Nascente ainda está longe da ideal, por isso aproveitou para falar sobre os planos para um próximo mandato, caso reeleito. “Ao todo, o investimento na localidade será de R$ 400 milhões em equipamentos públicos, restaurantes comunitários e, sobretudo, pavimentação e saneamento básico”, ressaltou o governador petista.
    E durante a visita Agnelo anunciou ao moradores e comerciantes que a ordem de serviço para a pavimentação do trecho 1 já está sendo executada.

    Fonte: Da redação do Jornal de Brasília