InícioMorte de homem de 59 anos pode ser a primeira por dengue...
Array

Morte de homem de 59 anos pode ser a primeira por dengue no DF em 2014

Caso é investigado e laudo deve sair nos próximos dias

    •     
Barros morava no Paranoá, região que tem apenas sete confirmações da doença
Uma família denuncia o que pode ser a primeira morte por dengue em 2014 no Distrito Federal. A vítima é um morador do Paranoá (DF). Júlio Paulo Barros tinha 59 anos e era hipertenso. Ele foi recentemente diagnosticado com a doença e morreu no último fim de semana. Um laudo com a causa da morte deve ser divulgado nos próximos dias. 

Segundo a Secretaria de Segurança do DF, desde o início do ano, foram registrados 941 casos suspeitos da doença, 608 deles foram confirmados. Na maioria dos relatos, a transmissão ocorreu no próprio DF.

Segundo a subsecretária de Vigilância à Saúde, Marília Cunha, o DF está vivendo um pico da doença que vem desde 2013.    No ranking divulgado, Planaltina aparece no topo, com 150 pessoas diagnosticadas até agora. Em seguida, vem Ceilândia, com 88 registros. Samambaia e Taguatinga ocupam a terceira e a quarta posições, com 53 e 41 casos confirmados, respectivamente.

 Barros, no entanto, era morador do Paranoá, cidade com apenas sete confirmações da doença.    No condomínio onde ele morava, medo entre moradores.

A Vigilância Epidemiológica encontrou 135 casas com focos do mosquito no local. Uma delas é considerada uma área problemática porque é cercada por muito mato, viveiros de plantas e principalmente entulhos.   Apesar de tudo, a vigilância epidemiológica garante que não há motivo para desespero.

A secretaria alerta que se a população suspeita da existência de focos de dengue perto da sua casa ou mesmo do trabalho, deve ligar para o telefone 160. 

FONTE: R7

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments