Câmara aprova o impeachment de Dilma Rousseff

    19
    0
    COMPARTILHAR
    Daniel Ferreira/MetrópolesA presidente continuará no cargo até o Senado decidir pela continuidade ou não do processo. Se a maioria dos senadores votar contra ela, Dilma será afastada por 180 dias

    A Câmara dos Deputados aprovou o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Às 23h06 deste domingo (17/4), o placar chegou aos 342 votos necessários para que o processo seja encaminhado ao Senado. O deputado Bruno Araújo (PSDB-PE) deu o voto que definiu a continuidade do processo contra a petista.

    Embora não seja mais possível reverter o resultado, a sessão continuou até as 23h48, quando o último parlamentar foi chamado a votar. O placar final ficou em 367 votos favoráveis ao impeachment e 137 contrários. Houve ainda sete abstenções e duas ausências.

    DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO
    DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

    E agora?
    Após o fim da tramitação na Câmara, o resultado da votação deste domingo (17) precisa ser lido no plenário do Senado para que seja instalada uma nova comissão antes da votação em plenário. A expectativa é de que os senadores votem a abertura do processo no início de maio.

    Caso os senadores da Casa aceitem a denúncia, Dilma será afastada por 180 dias. O vice-presidente Michel Temer (PMDB) assume o cargo nesse período. É necessária maioria simples em uma sessão com, no mínimo, 41 parlamentares.

    Passado esse tempo, há um julgamento final no Senado. Nesse caso, são necessários dois terços dos senadores, ou seja, 54, para que Dilma perca o cargo definitivamente. Fonte: Metropoles.

    Informa Tudo DF