DF: PPS liberado pelo TRE

    20
    0
    COMPARTILHAR

    Partido obteve o registro definitivo dos 48 candidatos.

    tre-df2014

     O PPS obteve uma vitória no Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal na noite da quarta-feira (27). O partido, que havia perdido o registro de todos os candidatos a deputado distrital, por não respeitar o limite de candidaturas femininas e masculinas, está liberado para concorrer normalmente as eleições. A votação esteve empatada por três votos a favor e três contra, e coube ao presidente da Casa, o desembargador Romão C. Oliveira dar o voto de minerva…
    A sessão – De acordo com o relator, o partido havia sido notificado outras duas vezes para corrigir as falhas no registro. Na visão dele, uma das divergências encontradas era com relação ao percentual de candidaturas femininas e masculinas. A lei eleitoral, estabelece uma norma onde não pode existir uma diferença entre os gêneros maior que 70% e menor que 30%.
    O relator ainda informou que foi concedido ao partido, mais de 72 horas para que as pendências fossem resolvidas, o que não foi feito a tempo. Com isso, os documentos necessários foram juntados ao processo fora do tempo determinado pela legislação.
    Após análise e debate entre todos, o placar da votação era de 3 votos a favor do registro e 3 contra, coube então ao presidente da Casa, o desembargador Romão C. Oliveira decidir ou não pela liberação dos candidatos do partido.
    De acordo com o desembargador, em caso de conflito entre o direito, mais especificamente as normas, e a Justiça, a segunda deve prevalecer, com isso, foi dado voto favorável ao registro do partido.
    Justiça – Na opinião do presidente da direção provisória do PPS no DF, Chico Andrade o Tribunal fez justiça com o partido.
    “O TRE foi sensível com a história política do PPS, o nosso partido é muito grande, e apesar dos erros cometidos, que servem de aprendizado, a justiça foi feita”, disse Chico.
    Temendo não poder dar seguimento a sua campanha, o candidato a deputado distrital Luciano Lima, afirmou que o medo se transformou em esperança.
    “Eu acreditei no projeto do partido, e não seria justo que um erro bobo prejudicasse tantas pessoas. Agora é dar continuidade e buscar o voto das pessoas, acreditando na vitória”, disse Lima.
    A expectativa do partido é conseguir eleger dois deputados distritais e um federal nestas eleições.

    Fonte: Blog do CALLADO

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here