Primeira UPA de Valparaíso, em Goiás, funcionará integrada ao DF

    18
    0
    COMPARTILHAR

    Primeira UPA de Valparaíso, em Goiás, funcionará integrada ao DF  Parceria do GDF viabilizará atendimento de casos mais complexos em hospitais do DF, após triagem na unidade goiana

    BRASÍLIA (30/1/14) – A primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Valparaíso de Goiás, no Parque Marajó, foi inaugurada nesta quinta-feira (30). A estrutura funcionará em parceria com a rede pública de saúde do DF, que receberá os casos de alta complexidade encaminhados pela UPA de Goiás. A iniciativa busca melhorar o atendimento médico nas duas unidades da Federação.

    “A UPA é uma grande conquista para o povo de Valparaíso e do DF, porque ajudará a reorganizar o sistema de saúde. Vamos trabalhar integrados com a nova unidade, que tem capacidade para resolver cerca de 90% dos casos no próprio local”, enfatizou o governador Agnelo Queiroz.

    “Com a abertura da UPA, conseguiremos atender a maior parte dos pacientes sem transportá-los para Brasília. Além disso, teremos a parceria do GDF, que receberá os casos mais complexos”, explicou o secretário municipal de Saúde de Valparaíso, Walter de Mattos, ao citar os hospitais regionais de Base, do Gama e de Santa Maria.

    Segundo o secretário de Saúde do DF, Rafael Barbosa, em 2013, hospitais da capital federal, em especial do Gama e de Santa Maria, realizaram aproximadamente 50 mil consultas em pacientes de Valparaíso.

    “Por isso, a abertura dessa UPA é tão importante para a população do DF e de Goiás. Vamos estar interligados e trabalhando em rede para melhorar o atendimento”, reforçou Barbosa.

    Para a construção da UPA, que funciona 24h todos os dias, o governo federal aplicou R$ 2 milhões e autorizou o investimento de R$780 mil para a compra de equipamentos. A unidade terá consultórios de pediatria, clínica médica e ortopedia, além de 14 leitos de observação e sete para receber pacientes em estado grave até a remoção em ambulância do Samu.

    A UPA oferecerá também raio-X, eletrocardiografia e laboratórios de exames. Outra vantagem é o atendimento humanizado e o fácil acesso por estar próximo às residências.

    UPAs DF – As quatro unidades instaladas em Samambaia, São Sebastião, Recanto das Emas e Núcleo Bandeirante atenderam cerca de 90 mil pessoas em 2013. Os pacientes têm à disposição serviços como pediatria, exames laboratoriais, eletrocardiografia e leitos de observação.

    A previsão é que sejam inauguradas, em breve, duas UPAs em Ceilândia, uma em Sobradinho II e outra no Gama. “Também vamos construir mais quatro UPAs em Planaltina, Estrutural, Taguatinga e Plano Piloto”, informou o secretário de Saúde do DF.
     

    fonte: http://www.df.gov.br/noticias/item/11996-primeira-upa-de-valparaíso-em-goiás-funcionará-integrada-ao-df.html

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here