InícioBrasilVai ser difícil para Filippelli manter a presidência do MDB

Vai ser difícil para Filippelli manter a presidência do MDB

Pressionado por dois chefes de poderes, Filippelli dificilmente manterá presidência do MDB

Publicado em 29/04/2019 – 09:51CB.Poder

Não vai ser fácil para Tadeu Filippelli manter a Presidência regional do MDB. Contra sua permanência, estão os chefes de dois poderes: o governador Ibaneis Rocha e o presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente.

Com quem fica Sarney?

Na disputa pelo comando do MDB/DF, o ex-vice-governador Tadeu Filippelli, atual presidente, aproveitou o aniversário do ex-presidente José Sarney, na semana passada, para costurar apoios, já que a palavra final será da executiva nacional. Mas o governador Ibaneis Rocha tem em sua equipe Sarney Filho, como secretário
de Meio Ambiente.

Projeção nacional

Ibaneis Rocha anunciou que fica no MDB, apesar dos rumores de que estaria de mudanças para o DEM. Mas, se perder a disputa para Tadeu Filippelli pelo comando no DF, ele deve seguir outro caminho, com o PDT, DEM ou PTB. Seu projeto é se tornar um nome de expressão nacional.

Carona

Ibaneis Rocha também se aproximou muito desde a eleição do ex-presidente Michel Temer. Levou parte da equipe de Temer para o GDF, emprestou seu avião para que o ex-presidente voltasse a São Paulo depois de deixar a prisão no Rio e tem mantido uma ótima relação com o ex-presidente nacional.

*Brasília na China*

O advogado Francisco Caputo, ex-presidente da OAB-DF, integra a comitiva de 35 empresários brasileiros organizada pela StarSe para conhecer novos empreendimentos tecnológicos chineses. A visita será na próxima semana e inclui um escritório, em Xangai, com 8 mil advogados e 51 filiais.

Memórias do cárcere

Concedida na prisão, a entrevista do ex-presidente Lula à Folha de S.Paulo e ao El País provocou o efeito de sempre: quem tem simpatia pelo petista gostou e, para quem não gosta dele, nada acrescentou. Não houve a grande repercussão que os petistas esperavam, mas não deixa de ser um registro histórico dos tempos no cárcere.

General defende general

Em meio à polêmica sobre suas postagens nas redes sociais que levaram a um mandado de busca em sua casa, expedido pelo ministro Alexandre de Moraes, o general Paulo Chagas comentou, pelo Twitter, os embates entre Carlos Bolsonaro, o filho mais eloquente e incontrolável do presidente Jair Bolsonaro, e o vice-presidente Hamilton Mourão. Chagas saiu em defesa do militar: “O general Mourão não chegaria onde chegou na carreira militar, se não fosse leal aos seus superiores e dedicado ao serviço da pátria. Intrigas e meias-verdades não fazem parte do cardápio de atitudes de um Soldado como Hamilton Mourão”.

Vingadores contra a corrupção

Uma paródia dos Vingadores, em que os super-heróis são promotores de Justiça, circulou na semana passada em redes de WhatsApp. A corrupção é representada como um monstro enorme que precisa ser combatida. Era uma campanha do Ministério Público de Rondônia. Mas a direção do órgão não gostou. Divulgou uma nota esclarecendo que a ideia não passou pela aprovação da Administração Superior, que determinou a retirada da propaganda de todas as mídias sociais. “O membro do Ministério Público não pode ser confundido com personagens de ficção, pois sua luta acontece no dia a dia, na sociedade contemporânea, e tem por finalidade a defesa da ordem pública e dos interesses sociais, respeitando a Constituição e as leis , buscando romper as barreiras que impedem o exercício da cidadania plena”, diz a nota do MPRO.

Só papos

“Todos sabíamos que Bolsonaro era machista, racista, homofóbico, terraplanista
e adepto de teorias conspiratórias da guerra fria. O que não sabíamos
é que quem iria (des) governar o Brasil eram ‘os garotos’ via redes sociais”
Deputada Érika Kokay (PT/DF)

“Bolsonaro TERRAPLANISTA! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Eles se superam!”
Deputado Eduardo Bolsonaro (PSL/SP)

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments