Início Notícias Brasil Partido do vice-governador e de Rogério Rosso, PSD flerta com PPS

Partido do vice-governador e de Rogério Rosso, PSD flerta com PPS

202
0
Brasília (DF), 11/04/2016 - Comissão da Câmara aprova processo de impeachment - Foto, Michael Melo/Metrópoles

A legenda rompeu com Rollemberg no mês passado e se inclina em direção à sigla do senador Cristovam Buarque

Michael Melo/Metrópoles
Isadora Teixeira

O PSD deixou a base do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) há pouco mais de um mês, mas não perdeu tempo e ensaia aliança com outras siglas para a corrida eleitoral de 2018. Presidente do diretório regional do DF, o deputado federal Rogério Rosso revelou ao Metrópoles a aproximação com o PPS, do senador Cristovam Buarque.

O partido ainda não lançou os pré-candidatos para as eleições do próximo ano, mas a intenção é ter nomes na disputa por cargos majoritários. Por enquanto, os encontros com outras legendas têm sido informais – a união, porém, deve ser anunciada até março, segundo Rosso.

O deputado federal, que está no primeiro mandato na Câmara dos Deputados, não descarta entrar na disputa pela chefia do Palácio do Buriti em chapa de oposição a Rollemberg.

“Desde que a gente contribua realmente com o pensamento de grupo para este DF diferente, o qual queremos para as famílias, diferentemente da atual gestão”, pondera. Rogério Rosso governou o Distrito Federal por oito meses em um mandato-tampão, em 2010.

Está no páreo, também, o vice-governador do Distrito Federal, Renato Santana, “responsável por um excelente trabalho no governo”, destaca Rosso. Em nota, o político desconversou sobre a candidatura e declarou que o momento é de “plantar, com muito trabalho e foco, soluções”.Afeição mútua
O presidente do PPS-DF, Chico Andrade, havia informado o interesse em formar um acordo com o PSD-DF, em congresso realizado no dia 2 de dezembro. AoMetrópoles, ele confirmou o avanço nas negociações: “A última conversa, de fato, mostrou a perspectiva de, já no início do ano, a gente apontar uma formalização da aliança, agregando outros pequenos partidos”.

No evento, apesar de ser cotado para disputar a Presidência da República, Cristovam foi citado como possível nome para concorrer ao Governo do Distrito Federal, assim como o ex-ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Valmir Campelo. Tanto o PSD-DF quanto o PPS-DF também miram o PRB, sigla do deputado distrital Julio Cesar