Eleição na Câmara: Cunha e Chinaglia trocam farpas sobre nova CPI

    21
    0
    COMPARTILHAR

    Petista comparou o adversário ao ex-senador Demóstenes Torres; Cunha diz que falta imparcialidade ao concorrente, que tentou barrar a CPI dos Correios

    Os deputados Eduardo Cunha, Arlindo Chinaglia e Julio Delgado: da esq. para a dir, o trio de candidatos à presidência da Câmara (VEJA).

    Em campanha pela Presidência da Câmara dos Deputados,
    Arlindo Chinaglia (PT-SP) e Eduardo Cunha (PMDB-RJ) elevaram nesta terça-feira as críticas mútuas e entraram em confronto sobre a necessidade ou não de uma nova CPI da Petrobras para dar continuidade às investigações do escândalo do petrolão. A defesa de uma nova comissão de inquérito tem sido utilizada por Cunha como estratégia para tentar se descolar do esquema de distribuição de propinas envolvendo a estatal depois de seu nome ter sido citado como um dos beneficiários, segundo o jornal Folha de S. Paulo, em depoimento prestado pelo agente da Polícia Federal Jayme Alves de Oliveira Filho, conhecido como o Careca

    Fonte: Revista Veja