TSE arquiva pedido de recontagem dos votos do 2º turno feito pelos tucanos

    20
    0

    18_24_59_271_file              

    O pedido do PSDB para recontagem de votos da eleição presidencial foi negado nesta terça-feira 4 pelo plenário do Tribunal Superior Eleitoral. O máximo que os tucanos terão serão os dados e acesso a programas e arquivos eletrônicos usados no processo.

    O presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, entende que, com as informações em mãos, o PSDB poderá fazer sua própria auditoria ou mesmo contratar uma verificação independente.
    A presidente Dilma Rousseff (PT) foi reeleita com 51,64% dos votos contra 48,36% de Aécio Neves (PSDB). Os tucanos argumentam que suspeitas de fraude nas redes sociais justificam o pedido de auditoria.

    O PSDB sugeria a criação de um grupo de especialistas indicados pelos partidos. Relator do pedido, Dias Toffoli argumentou que não era possível obrigar as demais siglas a participar de uma comissão a partir do pedido de umas delas.

    fonte: Notibras