Operação Átrio: MP pede que polícia apure vazamento de informações para Paulo Octavio

    13
    0

    O Ministério Público do Distrito Federal requisitou que a Corregedoria da Polícia Civil investigue suposto vazamento de informações de policiais para o ex-governador Paulo Octavio e o ex-administrador de Taguatinga Carlos Jales, denunciados por envolvimento em um suposto esquema de liberação de alvarás de construções irregulares. 

    A corporação disse que não foi oficialmente comunicada da determinação, mas que assim que isso ocorrer vai instaurar inquérito. Também disse que, se os fatos forem comprovados, os responsáveis serão punidos.

    De acordo com o documento enviado pelo MP à polícia nesta quarta, policiais teriam passado informações privilegiadas para ambos os denunciados assim que a Operação Átrio foi deflagrada, no final do ano passado. O órgão afirma que essa foi a razão para que o ex-administrador de Taguatinga não fosse encontrado em casa após ter o mandado de prisão temporária decretado e o ex-governador estivesse com os telefones desligados ao ter determinada sua condução coercitiva à delegacia. Paulo Octávio, ex-governador do DF. (Foto: GloboNews/Reprodução).


    Trecho do documento encaminhado pelo Ministério Público à Polícia Civil (Foto: Reprodução). Leia mais

    Fonte: Portal G1 DF