Início Brasília Coronavírus: saiba quando e onde fazer testes após fechamento dos postos drive-thru...

Coronavírus: saiba quando e onde fazer testes após fechamento dos postos drive-thru no DF

178
0
COMPARTILHAR

Em meio ao aumento no número de infectados pelo novo coronavírus no Distrito Federal, também tem crescido a procura pelos testes capazes de detectar a Covid-19. Atualmente, a rede pública da capital oferece dois tipos de exames, que devem ser realizados em diferentes estágios da infecção.

O primeiro é o teste rápido, feito a partir da coleta de uma gota de sangue, e voltado para pacientes a partir do oitavo dia dos sintomas. Já o teste RT-PCR colhe material genético das narinas e garganta do paciente, e deve ser entre o terceiro e o sétimo dia de sintomas.

Com o fechamento dos postos “drive-thru” na capital, os testes rápidos podem ser realizados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) (veja ao fim da reportagem). Já o RT-PCR está sendo utilizado em pacientes internados em unidades de saúde do DF.

Diferença entre os testes

Teste rápido

2 de 3 Testes de Covid-19 no DF — Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

Segundo a Secretaria de Saúde (SES-DF), o teste rápido detecta a presença de anticorpos que o organismo humano produz contra a Covid-19.

Ele deve ser realizado a partir do oitavo dia de sintomas porque, nesse momento, as defesas do organismo são mais fáceis de identificar. Ainda de acordo com a pasta, o resultado costuma sair entre dez e 20 minutos.

A SES-DF afirma que os testes rápidos são seguros, aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e apresentam sensibilidade superior a 86% e especificidade superior a 95%.

RT-PCR

Especialista explica quando fazer teste depois de contato com pessoa que contraiu covid-19

Especialista explica quando fazer teste depois de contato com pessoa que contraiu covid-19

Já o teste RT-PCR usa um cotonete para colher o material genético do paciente. Esse exame é capaz de dizer se o vírus está presente no corpo da pessoa. Segundo a SES-DF, essa técnica é considerada “padrão ouro” no diagnóstico da Covid-19.

O Ministério da Saúde recomenda que o teste seja realizado entre o terceiro e o sétimo dia de sintomas porque, nesse período, a carga viral costuma ser melhor. No entanto, pode ser feito até o décimo dia de infecção. Segundo a Secretaria de Saúde, o resultado sai entre 24 horas e 72 horas.

Ainda de acordo com a pasta, esse tipo de teste tem sido mais indicado em pacientes internados com suspeita da doença e nos óbitos suspeitos de Covid-19. A SES-DF afirma que ele também é usado nos profissionais de saúde que estão na linha de frente, e pessoas que tenham tido contato, nos últimos 14 dias, com algum caso confirmado de coronavírus.

Onde fazer o teste rápido

Nas Unidades Básicas de Saúde, o teste rápido só pode ser feito com indicação do médico ou enfermeiro da UBS. Segundo a SES-DF, ele não é recomendado para pacientes assintomáticos. Segundo o GDF, a partir desta segunda (29), haverá um esforço para que o exame fique disponível em todas as UBS da capital.

Até a última sexta-feira (28), o teste estava disponível nas seguintes unidades:

3 de 3 Lista de UBSs no Distrito Federal — Foto: SES-DF/Reprodução

Lista de UBSs no Distrito Federal — Foto: SES-DF/Reprodução

Segundo o coordenador de Atenção Primária à Saúde (Coaps) da SES-DF, Fernando Erick Damasceno, é essencial que o teste só seja realizado após a recomendação de um profissional de saúde.

“O mais importante é o exame clínico. Dependendo da situação, os pacientes não precisarão fazer nenhum dos testes. Conforme for a avaliação da equipe, o paciente precisará ou não de exames complementares e internação. Assim, a UBS encaminhará para os hospitais de referência”, explicou Fernando Erick.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here