Início Notícias Brasil Projeto que acaba com DFTrans chega à Câmara Legislativa

Projeto que acaba com DFTrans chega à Câmara Legislativa

28
0
COMPARTILHAR

Publicado em 17/05/2019 – 11:57Notícias

Depois de tecer duras críticas ao órgão, o governador Ibaneis Rocha (MDB) encaminhou à Câmara Legislativa do Distrito Federal projeto de lei que extingue o Transporte Urbano do DF (DFTrans). A proposta agora precisa ser avaliada pelos deputados distritais.

De acordo com o texto, as atribuições do DFTrans serão transferidas para a secretaria de Transporte e Mobilidade. Para isso, será criada uma subsecretaria.

Segundo o GDF, não haverá custos adicionais com a transferência. Isso porque recursos orçamentários, patrimônio e pessoal do DFTrans serão repassados para a pasta.

Caso a proposta seja aprovada, o sistema de bilhetagem, alvo de inúmeros escândalos e problemas, será gerido pelo Banco de Brasília (BRB). Ficará a cargo do BRB tanto a gestão e processamento dos dados quanto o repasse dos valores.

“A mudança pretendida é medida extremamente salutar, proporcionando melhor gestão dos serviços prestados ao usuário e ganhos significativos de eficiência e controle com reformulação dos procedimentos atinentes ao Sistema de Bilhetagem Automática do STPC/DF, para proteção ao erário e interesse público”, justificou o secretário de Transporte e Mobilidade do DF, Valter Casimiro.

Críticas
A medida vem pouco tempo depois do governador Ibaneis Rocha tecer críticas duras ao trabalho do órgão e afirmar que extinguiria o DFTrans. “Só tem dado trabalho e desrespeito à população. É uma central de corrupção”, disparou o emedebista, referindo-se a escândalos envolvendo a autarquia, em 8 de abril.

As críticas, à época, foram motivadas também por falhas no sistema de bilhetagem que deixaram milhares de usuários sem conseguir usar o vale transporte. “Peço paciência à comunidade, peço desculpas, mas eu recebi o sistema nessa situação e vou levar um tempo para solucionar”, justificou Ibaneis, na ocasião.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here