Início Notícias Brasil Paranoá aposta em atacante que jogou no Barcelona B para o Candangão.

Paranoá aposta em atacante que jogou no Barcelona B para o Candangão.

103
0
COMPARTILHAR

Longe do favoritismo, Paranoá aposta em atacante que jogou no Barcelona B para brigar pelo Candangão

TORCIDA  ADMINISTRADOR JBR 

Gabriel Lima
redacao@grupojbr.com

O Paranoá quer apagar a fraca campanha no último Candangão – terminou na 10ª posição, com apenas 11 pontos, quatro acima do Brasília, primeiro clube rebaixado. Mesmo diante das dificuldades, a Cobra Sucuri tem como meta chegar longe no torneio e, quem sabe, brigar pelo título.

Saiba mais em www.informatudodf.com.br.  fique por dentro.

Diante desse objetivo audacioso, a comissão técnica começou cedo a preparação para a competição. “Nós começamos a montar o time tem aproximadamente uns dois meses. Fomos rápidos ao mercado e conseguimos contratar muitos nomes conhecidos no futebol de Brasília”, disse o técnico Élio Júnior, que também chegou agora ao comando da equipe azul e amarela.

E uma das apostas da equipe carrega no currículo uma passagem pelo poderoso Barcelona, da Espanha, além de ter jogado também em Portugal e no Catar. Aos 25 anos, o atacante Rafa Fontes é a aposta ofensiva do Paranoá neste Candangão. “Eu cheguei a ficar três meses no Barcelona B e participei de treinos e jogos na Espanha. Essa foi a melhor época da minha vida”, conta o centroavante. “O estilo de jogo lá é muito diferente de tudo que eu já tinha visto. A organização, os treinos, o jogo, tudo”, lembra.

Mas um problema familiar fez com que Rafa Fontes abreviasse a sua passagem pelo Barça B. Assim, o atacante carioca se viu obrigado a buscar novas oportunidades no futebol brasileiro. “Eu estava parado e um agente, que já tinha trabalhado comigo e conhecia o presidente (Ryvo Mathias), me fez o convite para jogar em Brasília. Eu gostei muito do projeto do Paranoá e vim para cá”, elogia o jogador.

Experiência

Para proteção da zaga, chegou o veterano volante Agenor, de 36 anos. Com passagens por clubes da série A, como Paraná e América-MG, o Paranoá será o 26º clube da carreira do jogador. “Eu ainda pretendo atuar por mais um tempo. Ainda tenho propostas de fora de Brasília. Eu vim para disputar o Candangão e, se aparecer algo vantajoso para mim, eu quero atuar em outro time no segundo semestre”, avisa o volante.

Tricampeão local pelo Brasiliense, Agenor lamenta o momento vivido pelo futebol do DF. “Hoje é muito pior do que em 2008, quando eu saí daqui. Naquela época, tínhamos times na série A e na série B do Brasileiro”, lembra o jogador.

Formosa monta um time novo

Após uma campanha ruim no Candangão do ano passado, o Formosa reformulou o time inteiro. A Pantera Negra contratou 20 jogadores, que se juntam aos oito atletas promovidos das categorias de base. Última equipe do Distrito Federal a se reapresentar, o clube aposta no técnico Lucas de Oliveira para se manter na elite local.

Dentro das quatro linhas, o comando do ataque fica por conta de Marco Aurélio, com passagens por Vila Nova e pelo futebol rondoniense. No fim do ano passado, o centroavante chegou a ser anunciado pelo Paracatu, mas optou em disputar o Candangão pelo Formosa. “Aqui no Formosa eu conheço o técnico há mais de 10 anos e estou mais entrosado”, explicou.

A estreia dos goianos será contra o Sobradinho, dia 21, às 11h, no Augustinho Lima, em Sobradinho. Na sexta-feira, no Diogão, a equipe realiza o último teste antes do Candangão.

Informa Tudo DF 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here