Início Notícias Brasil Governo do DF: “É um governo que não enxerga a importância das...

Governo do DF: “É um governo que não enxerga a importância das igrejas evangélicas”. Ronaldo Fonseca

81
0
COMPARTILHAR

Deputado Ronaldo Fonseca critica decisão do Governo do DF em derrubar templo religioso.

Ronaldo é contra a derrubada de casas dos chamados “compradores de boa fé”, e defende a ação firme do governo em cima dos “grileiros”.

“É uma forma covarde de fazer política. Passar um trator em cima de um templo religioso não é a forma correta. Primeiro porque deveria haver uma análise sobre o quão importante é para a comunidade local o funcionamento do templo religioso e os benefícios gerados para a sociedade”, disse Ronaldo Fonseca.

A ação foi executada pela Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis).

O deputado Ronaldo Fonseca (PROS-DF) fez um duro discurso nesta terça-feira (3) no Plenário da Câmara em que denunciou o abuso do Governo do Distrito Federal na permissão que resultou na demolição de um templo da Assembleia de Deus, localizado na Vila Planalto, em Brasília próximo Palácio do Jaburu – residência do presidente da República, Michel Temer.

O templo, de acordo com Ronaldo Fonseca, estava construído em área particular, cuja propriedade estava na posse de uma família há 50 anos, que permitiu a construção do templo religioso da Assembleia de Deus.

A ação foi executada pela Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), que afirma que o templo estava em área pública. Ronaldo Fonseca não só criticou a medida, como também lamentou a omissão de aviso prévio sobre a derrubada.

“É um governo que não enxerga a importância das igrejas evangélicas, como também de outras instituições religiosas como um todo. Não era pedir demais que o Governo do Distrito Federal tivesse uma atenção maior para todas as instituições de filantropia”, disse Fonseca.

Parlamentares presentes no Plenário apoiaram Ronaldo Fonseca e prometeram ainda discutir medidas para impedir casos semelhantes em outros lugares do País.

Com informações do Pros na Câmara

Informa Tudo DF

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here