Início Notícias Brasil LIDERANÇAS DE CONDOMÍNIOS DO GRANDE COLORADO PEDEM AJUDA AO DEPUTADO AGACIEL ...

LIDERANÇAS DE CONDOMÍNIOS DO GRANDE COLORADO PEDEM AJUDA AO DEPUTADO AGACIEL Por

187
0
COMPARTILHAR

O líder do Governo na Câmara Legislativa, deputado Agaciel Maia, participou na noite desta segunda-feira (07/8) de reunião com lideranças dos condomínios do Grande Colorado, em Sobradinho, para discutir o processo de regularização de acordo com a nova lei (13.465/2017), sancionada no início de julho passado pelo Presidente Michel Temer.

O Setor Habitacional Grande Colorado, área da antiga Fazenda Paranoazinho, possui 54 condomínios em processo de regularização. Todos eles possuem infraestrutura feita pelos próprios moradores – asfalto, energia elétrica, água tratada, cercas e guaritas com controle de entrada e saída, áreas de lazer e esportiva, monitoramento e segurança durante 24 horas.

De acordo com o presidente da Associação de Moradores do Grande Colorado (AMGC) e síndico do Jardim Europa II, Carlos Cardoso, os moradores não aceitam a regularização dos residenciais baseado no modelo de loteamento, como quer a atual proprietária da área, a Urbanizadora Paranoazinho (UPSA). “Somos condomínios e assim queremos ser regularizados. Nós pagamos por tudo que foi feito no bairro ao longo das três últimas décadas e temos que ser ouvidos no processo de regularização”, explicou Armando Rollemberg, morador de condomínio da região.

Atento a cada explicação dos participantes, o deputado Agaciel Maia se colocou ao lado dos moradores, lembrando que é um defensor dos condomínios. “Não se pode fazer a inversão. Concordo plenamente que tudo que há aqui foi feito por cada um que adquiriu seu lote há tantos anos. Por isso mesmo, também sou de acordo que é preciso que vocês participem do processo de regularização. Estou do lado de vocês”, enfatizou o deputado Agaciel, lembrando que o governo só tem a ganhar com a regularização.

Recolhimento de lixo – Os síndicos aproveitaram o encontro para tratar da coleta de lixo nos condomínios. “Há muitos anos que pagamos IPTU e TLP. Mesmo assim nunca tivemos recolhimento do lixo pelo SLU e agora vieram com a novidade que não vão mais aceitar que façamos o descarte no depósito de Sobradinho. Querem que levemos para a Estrutural que já está para ser desativada, restando um local de descarte muito mais longe”, reclamou o presidente da AMGC.

O líder de Governo se comprometeu a agendar uma reunião com a presidente do SLU para tratar do assunto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here