Nova presidente do STF defende gestão transparente e ética

    26
    0
    COMPARTILHAR

    _20160913_084911

    Governador Rodrigo Rollemberg acompanhou a cerimônia de posse da ministra Cármen Lúcia na tarde desta segunda-feira (12). Dias Toffoli é o novo vice-presidente para o biênio 2016-2018

    MARIANA DAMACENO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

    Eleita em sessão plenária em 10 de agosto, por dez votos a um, tomou posse como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira (12) a ministra Cármen Lúcia. O vice-presidente para o biênio 2016-2018 será o ministro Dias Toffoli, investido no cargo hoje também. A cerimônia contou com a presença de diversas autoridades, entre elas, os presidentes da República, Michel Temer, do Senado, Renan Calheiros, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

    O presidente do Senado, Renan Calheiros, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, e o presidente da República, Michel Temer.
    O presidente do Senado, Renan Calheiros, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, e o presidente da República, Michel Temer. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

    A ministra é a segunda mulher a chegar à presidência da Corte — a primeira foi a ex-ministra Ellen Gracie — e chefiará ainda o Conselho Nacional de Justiça. Cármen Lúcia graduou-se em 1977 pela Faculdade Mineira de Direito da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), é mestre em direito constitucional pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e cursou especialização em direito de empresa pela Fundação Dom Cabral.

    Em seu discurso depois da posse, a nova presidente do STF disse que garantirá uma gestão transparente, com ética e em busca constante da melhoria da Justiça para todos. “O tempo é de esperança. O que todo mundo quer é um Brasil mais justo, e é imprescindível que o construamos.”

    “O que todo mundo quer é um Brasil mais justo, e é imprescindível que o construamos.”Cármen Lúcia, nova presidente do Supremo Tribunal Federal

    Nascida em Montes Claros (MG), Cármem Lúcia integra o STF desde 2006 e substitui o ministroRicardo Lewandowski. Procuradora-geral do estado de Minas Gerais, professora titular de direito constitucional e coordenadora do Núcleo de Direito Constitucional da PUC-MG, ela foi a primeira mulher presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 2012 e 2013.

    O ministro Dias Toffoli, natural de São Paulo (SP), está no STF desde outubro de 2009. Já foi advogado-geral da União e presidente do TSE. Fonte: Agencia Brasilia.

    Informa Tudo DF