O deputado Izalci forçava encontros com o governador mendigando cargos no GDF. Diz Raimundo Ribeiro

    22
    0
    COMPARTILHAR

    323

    … Briga boa… entre Izalci e Ribeiro…

    O deputado Raimundo Ribeiro, enviou nota ao Agenda Capital, onde rebate veementemente, as acusações que lhe são impostas pelo dirigente do PSDB no DF, Izalci Lucas, e declarou que Izalci “forçava encontros com o governador mendigando cargos em órgãos do GDF”.

    Distrital Raimundo Ribeiro rebate acusações do deputado Izalci

    DSCN4502Em entrevista concedida com exclusividade ao Agenda Capital neste sábado (18), o deputado federal Izalci Lucas (PSDB-DF), fez duras críticas ao distrital Raimundo Ribeiro (PPS-DF), quando questionado sobre sua saída do partido.

    Izalci afirmou que Ribeiro quando estava no PSDB, colocou seus interesses pessoais acima dos interesses partidários, e que quando estava na direção do partido, não aceitava candidatos com potencial acima de 8 mil votos. Declarou ainda, que Ribeiro só foi eleito, em função do voto de legenda, e da coligação que ele (Izalci) fez com o PSDC.

    O deputado Raimundo Ribeiro ao tomar conhecimento das declarações de Izalci, enviou nota… Fonte: Agenda Capital.

    Leia na íntegra a nota do Distrital Raimundo Ribeiro:

    Izalci acusa os outros dos pecados que ele mesmo comete. Nós sempre tivemos a certeza de que qualquer projeto só se sustenta quando elaborado e executado coletivamente e foi isso que fizemos.

    Quando fomos eleitos e o governador nos solicitou participar da administração, indiquei nomes do partido que inclusive concorreram comigo, e nunca nenhum deputado valorizou tanto os quadros do partido. Enquanto isso, Izalci forçava encontros com o governador mendigando ocupar a Codeplan e Administração do Guará, indicando pessoas que nem sequer eram do partido. Eu reconheço e um dia após eleito, fiz questão de reconhecer a importância de todos os candidatos e da legenda para que conquistássemos o mandato.

    Enquanto isso, Izalci esqueceu que só tem um mandato por força dos votos de Eliana Pedrosa, Abadia, Quitéria, Leal e outros companheiros que foram candidatos. Ele esquece de dizer que ganhamos a eleição dentro do partido e ele desistiu dessa eleição na última hora porque sabia que perderia. Aí “patrocinou o golpe da intervenção se tornando o dono do partido no DF”. O tempo, que é o pai da verdade, demonstrou claramente isso. Pergunto: porque até hoje o PSDB não fez eleição interna?

    Porque agora que ele é interventor, não interessa a ele realizar eleição que sabe que perderá, porque ao invés de conquistar as pessoas para um projeto coletivo prefere tentar impor o projeto que é só dele.

    Não considero a candidatura dele, porque não reúne condições para ser governador, por isso não é meu candidato.

    Informa Tudo DF

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here