Mensaleiros podem voltar à cadeia se não pagarem multa

    20
    0
    COMPARTILHAR

    Mensaleiro que não paga multa, como Valdemar Costa Neto, volta à cadeia      

    Ministro Luís Roberto Barroso, relator do processo do mensalão, alertou que mensaleiros podem voltar a dormir na prisão se não pagarem multa até fevereiro (Foto: EBC)

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, relator do processo do mensalão do PT, alertou os ex-deputados Valdemar Costa Neto e Bispo Rodrigues e o ex-tesoureiro do extinto PL Jacinto Lamas de que poderão voltar à cadeia se não pagarem as multas impostas pela Suprema Corte no julgamento. Segundo a Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, somente a multa de Valdemar está em R$ 1,6 milhão.

    Os três mensaleiros já obtiveram o benefício de progressão do regime semiaberto para o aberto, que é cumprido em prisão domiciliar. Barroso alertou que o valor devido deve ser pago até o início de fevereiro, ou que seja providenciado o parcelamento, sob pena de voltar ao regime semiaberto.

    “Intime-se pessoalmente o sentenciado, bem como a defesa, para que recolha a multa a que foi condenado, no prazo de 30 dias, a contar da volta do recesso (5.01.2015), sob pena de regressão do regime”, diz Barroso na notificação a Valdemar Costa Neto.

    Nessa segunda-feira, 22, o ministro negou ainda pedidos de progressão de pena dos ex-deputados Pedro Corrêa, Pedro Henry e Romeu Queiroz, além de Rogério Tolentino, ex-advogado de Marcos Valério porque eles não efetuaram os pagamentos das multas.

    Fonte: Diário do Poder