InícioBrasíliaCorpo de Bombeiros do DF tem novo comando

Corpo de Bombeiros do DF tem novo comando

Coronel Alan Alexandre Araújo é o 36º comandante-geral da corporação. Ele recebeu a espada-símbolo do comando da instituição do seu antecessor, Rogério Alves Dutra

Representando o governador Ibaneis Rocha, o vice-governador Paco Britto presidiu, na manhã desta quinta-feira (19), a solenidade de transmissão do cargo de comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF).

O novo comandante da corporação, coronel Alan Alexandre Araújo, recebeu a espada símbolo do comando da instituição do ex-comandante-geral, Rogério Alves Dutra, na Academia de Bombeiro Militar, no Setor Policial Sul. O coronel Alan é o 36º comandante-geral do CBMDF.

O vice-governador Paco Britto (ao centro) presidiu a solenidade de transmissão de cargo, na Academia de Bombeiro Militar | Foto: Vinicius de Melo/Agência Brasília

Dirigindo-se aos comandantes, Paco, no discurso, falou sobre as políticas públicas empregadas pela atual gestão. “Os senhores bem sabem que, em nossas políticas públicas, perseguimos um modelo de gestão transformador da realidade social e da forma de intervenção do Estado”, pontuou.

Em seguida, agradeceu o trabalho realizado pelo coronel Dutra à frente do comando da corporação. “Seu comando foi exitoso e capaz de manter a eficácia dos serviços prestados pelo CBMDF, contribuindo para a manutenção da confiança que essa instituição possui junto à população do Distrito Federal”, valorizou o vice-governador.

A CERIMÔNIA CONTOU COM TODO O PROTOCOLO SEGUIDO PELOS MILITARES, COMO A APRESENTAÇÃO DA TROPA PRONTA AO VICE-GOVERNADOR, NO INÍCIO DO EVENTO, E A REVISTA À TROPA REALIZADA PELO ATUAL COMANDANTE E PELO ANTECESSOR

Ao novo comandante, Paco Britto desejou sucesso. “Seu perfil operacional o ajudou a desenvolver capacidades e qualidades de um bom comandante e líder. O período, enquanto chefe da Defesa Civil do Distrito Federal, lhe deu ferramentas e competências para a gestão pública”, completou.

Paco lembrou ainda que, com a participação do CBMDF, os índices de segurança do DF são os melhores das últimas décadas. Concordou com ele o secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo Souza Ferreira, que destacou os investimentos do Executivo local nas forças de segurança.

“Temos os menores índices em relação à criminalidade, e o papel do CBMDF é fundamental nisso, pois, ao salvar vidas, contribui com a diminuição do índice”, explicou Júlio Danilo. “Aqui [no DF], as forças de segurança atuam de forma integrada”, observou, citando o ano de 2021, que fechou com a menor taxa de homicídios dos últimos 45 anos.

Coronel Alan Alexandre Araújo recebeu a espada-símbolo do comando da instituição do ex-comandante-geral, Rogério Alves Dutra

Família

Por sua vez, o comandante-geral Alan Araújo, após citar momentos da carreira como militar, que abraçou aos 18 anos, ressaltou a importância da família. “O mais importante é estar com as famílias que temos”, destacou, depois de receber a espada de comandante-geral das mãos da esposa, Sônia Cristina Ribeiro Araújo. Também pediu à tropa perfilada no pátio para que se dedicasse à corporação com o mesmo amor dedicado à família.

O evento contou com todo o protocolo seguido pelos militares, como a apresentação da tropa pronta ao vice-governador, no início da cerimônia, e a revista à tropa, realizada pelo atual comandante e o antecessor.

Outros destaques foram a execução da Canção do Soldado do Fogo, que traduz o ideal do bombeiro militar – “vidas alheias e riquezas salvar” – e do Hino Nacional, pela Banda de Música do CBMDF; a entrada da Guarda-Bandeira durante a passagem do comando, ao som das sirenes das viaturas, e o desfile final da tropa ao novo comandante-geral, ao som do dobrado Quatro Dias de Viagem.

Prestigiaram a solenidade o secretário nacional de Segurança Pública, coronel Carlos Renato Machado Paim; o comandante-geral da PMDF, coronel Fábio Augusto Vieira; o chefe adjunto da Casa Militar, coronel Alexandre Spíndola de Ataídes; o diretor-geral do Detran, major Thiago Nascimento; representantes dos comandos Militar do Planalto, da Marinha, da Aeronáutica; parlamentares, embaixadores, membros do corpo diplomático, ex-comandantes, oficiais, praças, conselheiros de tribunais e alunos do Colégio Militar Dom Pedro II.

Por Lucíola Barbosa, da Agência Brasília 

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments