InícioDestaquesCidadesEUA investigam 109 casos e 5 mortes por hepatite grave infantil

EUA investigam 109 casos e 5 mortes por hepatite grave infantil

Informação foi divulgada nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira (6), os Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) informaram que estão investigando 109 casos e cinco mortes por hepatite grave infantil no país. O monitoramento é feito para determinar se a principal causa pode ser causada uma infecção por adenovírus.

Os casos foram detectados nos últimos sete meses em 25 estados e territórios do país, com mais de 90% dos pacientes precisaram ser internados e 14% precisaram de transplante de fígado.

A maioria dos pacientes, que são todos menores de idade, se recuperou e recebeu alta do hospital.

O vice-diretor de doenças infecciosas do CDC, Jay Butler, disse a jornalistas que a causa desse tipo de hepatite em crianças não é clara. Os especialistas examinaram várias razões para a hepatite viral, mas não encontraram.

A infecção por adenovírus foi encontrada em mais de 50% dos pacientes com hepatite infantil grave, mas ainda não está claro se ela é a causadora da doença.

Os adenovírus são vírus comuns que geralmente causam sintomas de resfriado ou gripe.

Butler destacou que os cientistas ainda não sabem o papel que outros fatores, como ambientais, uso de medicamentos ou outras possíveis infecções que as crianças possam ter tido, podem ter desempenhado no desencadeamento da doença. O que eles descartaram é que a vacina contra a Covid-19 esteja por trás desse tipo de hepatite, visto que a idade média dos pacientes era de 2 anos de idade.

Mesmo assim, o CDC está investigando se a hepatite grave infantil tem alguma relação com o vírus SARS-Cov-2, causador da Covid-19.

– É importante mencionar que esta é uma situação em evolução e estamos lançando uma ampla rede para ajudar a ampliar nossa compreensão – disse Butler.

O chefe do CDC também buscou enviar uma mensagem de segurança aos pais e lembrou que “a hepatite grave em crianças é rara”.

– Os pais devem tomar as precauções padrão para prevenir infecções virais, como lavar as mãos, cobrir tosses e espirros, não tocar nos olhos, nariz ou boca e evitar contato com pessoas doentes – listou.

Ele explicou ainda que os sintomas da hepatite incluem vômitos, urina escura, fezes de cor clara e pele amarelada.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), existem mais de 200 casos notificados de hepatite aguda pediátrica de origem desconhecida em vários países.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments