InícioBrasilAposentado morreu em seu 1º passeio de lancha, diz sobrinho

Aposentado morreu em seu 1º passeio de lancha, diz sobrinho

Corpo de Bombeiros confirmou a identificação de 5 das 10 vítimas da tragédia

Bombeiros realizam buscas por vítima em Capitólio
Bombeiros realizam buscas por vítima em CapitólioFoto: Corpo de Bombeiros de Minas Gerais

Cinco das 10 vítimas da tragédia em cânion em Capitóli (MG) foram identificadas, segundo informações da Polícia Civil. São elas: 

– Júlio Borges Antunes, 68, natural de Alpinópolis (MG);
– Camila Silva Machado, 18 anos, de Paulínia (SP);
– Sebastião Teixeira da Silva, 64, de Anhumas (SP);
– Marlene Augusta Teixeira da Silva, 57, de Itaú de Minas (MG);
– Mykon Douglas de Osti, 24, de natural de Campinas (SP);

Primeira vítima da tragédia de Capitólio (MG) a ser identificada, Júlio Borges Antunes, de 68 anos, morava em São José da Barra, cidade que fica a 45,7 km do local do acidente, e pela primeira vez, resolveu fazer o passeio de barco no cânion.

Antunes está entre as dez vítimas fatais de um deslizamento de rocha no Lago de Furnas, no sábado, 8. A Polícia Civil divulgou sua identidade neste domingo, 9.

“Sempre gostou de pescar, mas foi a primeira vez que foi dar um passeio de lancha”, disse Felipe Antunes, sobrinho do aposentado, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo.

Além de Júlio, foram confirmadas também as mortes do policial militar aposentado de Minas Gerais, Sebastião Teixeira da Silva, de 63 anos; sua esposa e dona de casa, Marlene Augusta Silva, de 52 anos.

Segundo o marmorista Rogelhio Francisco das Chagas, de 37 anos, as vítimas são de Serrania (MG). “Vieram a passeio. Estavam acampados em um sítio e resolveram andar de barco”, disse.Rocha desaba sobre barcos de turistas em Capitólio, Minas Gerais

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments