Início Brasília DF: Triplo homicídio e sequestro de mulher em Ceilândia! o que se...

DF: Triplo homicídio e sequestro de mulher em Ceilândia! o que se sabe e o que falta saber sobre família assassinada

312
0

Buscas para tentar localizar Cleonice,sequestrada após triplo homicídio, em Ceilândia,noDF — Foto: Michele Mendes / TV Globo

Buscas para tentar localizar Cleonice, sequestrada após triplo homicídio, em Ceilândia, no DF — Foto: Michele Mendes / TV Globo

Pai e dois filhos assassinados e mãe desaparecida. O crime ocorreu nesta quarta-feira (9), em uma área rural de Ceilândia, a região mais populosa do Distrito Federal.

Um dia após três corpos serem encontrados, policiais civis continuam em busca do suspeito, identificado como Lázaro Barbosa de Souza, de 33 anos, e de Cleonice Marques de Andrade, de 43 anos, supostamente sequestrada por ele.

De acordo com a investigação, Lázaro invadiu a casa da família, localizada no Incra 9, no Núcleo Rural Alexandre Gusmão. No local, ele teria matado Cláudio Vidal, de 48 anos, e os dois filhos, Gustavo Vidal, de 21, e Carlos Eduardo Vidal, de 15. Os três foram encontrados com marcas de tiros e facadas.

Familiares contaram que Cleonice estava na residência e, minutos antes de morrer, Cláudio contou aos parentes que a esposa havia sido levada.

Buscas para tentar localizar Cleonice,sequestrada após triplo homicídio, em Ceilândia ,noDF

Buscas para tentar localizar Cleonice, sequestrada após triplo homicídio, em Ceilândia , no DF

O crime ocorreu por volta das 2h e, desde então, se iniciou uma busca pelo paradeiro da empresária. Policiais militares e civis, além de bombeiros participam do serviço. Nesta quarta, roupas de Cleonice foram apresentadas a cães farejadores, na tentativa de localizá-la, porém, sem sucesso (veja vídeo acima).

Segundo a Polícia Civil, os investigadores não interromperam o serviço e continuaram as buscas mesmo durante à noite. Entretanto, até a última atualização desta reportagem, o paradeiro de Cleonice ainda não havia sido descoberto.

O crime é investigado como homicídio, mas a polícia não descarta a possibilidade de latrocínio – roubo seguido de morte. Quem tiver informações sobre o paradeiro do suspeito ou de Cleonice, pode entrar em contato com a polícia pelo telefone 197. A denúncia é anônima.

Quem é a família?

Cleonice Marques de Andrade, de 43 anos, está desaparecida — Foto: TV Globo /Reprodução

Cleonice Marques de Andrade, de 43 anos, está desaparecida — Foto: TV Globo /Reprodução

Cláudio e Cleonice são primos e estão juntos há mais de 20 anos. O casal teve dois filhos, Carlos Eduardo e Gustavo. Nascidos no Distrito Federal, eles moraram a maior parte da vida em Ceilândia.

Ao G1, um familiar da vítima contou que o casal era tranquilo e não tinha “inimigos” que pudessem ter cometido esse tipo de crime. “A gente não consegue entender o que aconteceu”, afirmou.

Carlos Eduardo e Gustavo, segundo parentes, eram “meninos tímidos” e não gostavam de tirar fotos. Apenas um deles tinha perfis nas redes sociais, justamente por esse motivo.

Veja o que se sabe e o que ainda falta saber sobre o caso:

O que se sabe

  • O caso é investigado como triplo homicídio;
  • Pai e filhos foram encontrados com marcas de tiros e facadas;
  • Digitais do suspeito foram identificadas na cena do crime;
  • Cleonice mandou mensagem de áudio a familiares, pedindo para que chamassem a polícia;
  • Busca por mulher desaparecida dura mais de 24 horas;
  • Parentes contam que família “não tem inimigos”.

O que falta saber

  • Qual a motivação do crime?
  • Cleonice foi levada pelo suspeito?
  • Como o criminosos fugiu do local do crime?
  • Onde está a mulher desaparecida?
  • Algum bem da casa foi roubado?

Quem é o suspeito?

Polícia Civil procura homem suspeito de matar família, em Ceilândia, no DF, e sequestrar mulher, que segue desaparecida — Foto: Polícia Civil do DF/ Reprodução

Polícia Civil procura homem suspeito de matar família, em Ceilândia, no DF, e sequestrar mulher, que segue desaparecida — Foto: Polícia Civil do DF/ Reprodução

Lázaro tem extensa ficha criminal e já era procurado pela polícia. Ele responde por homicídio qualificado praticado na Bahia e também é foragido por dois casos de roubo.

Segundo os investigadores, ele é considerado perigoso e “autor de crimes bárbaros”. Em 17 de maio deste ano, segundo a Polícia Civil, ele fez uma família refém na mesma região onde houve o triplo homicídio, também ameaçando as vítimas com faca e arma de fogo. Nesse crime, ele mandou as pessoas ficarem nuas.

O investigadores descrevem Lázaro como uma pessoa muito perigosa. “Analisando os mandados de prisão dele, obviamente a gente conclui que é uma pessoa extremamente violenta e autor de crimes bárbaros. A brutalidade com que as pessoas foram assassinadas chama atenção”, conclui Raphael Seixas.

Lázaro atualmente tem residência em Águas Lindas de Goiás, mas também já morou no Sol Nascente.

Fonte: G1