InícioBrasilDefesa Civil interdita Prédio do “Minha Casa, Minha Vida” por risco de...

Defesa Civil interdita Prédio do “Minha Casa, Minha Vida” por risco de desabamento

Prédio é interditado por conta de risco na estrutura em Vila Velha

Um estrondo em um condomínio no bairro Jabaeté, em Vila Velha, na Grande Vitória, fez os moradores evacuarem os apartamentos na noite desta quinta-feira (12).

Um apartamento no segundo andar apresentou uma rachadura na parede.

A Defesa Civil isolou a área e orientou que os moradores deixassem os apartamentos,

A Defesa Civil de Vila Velha esteve no local e interditou o bloco.

O prédio faz parte do programa “Minha Casa, Minha Vida”, do governo federal, e foi entregue para os moradores em 2015.

Ao todo, 16 famílias que moram no bloco 13 do condomínio Residencial Vila Velha foram orientadas a deixar os apartamentos.

Os moradores contaram que ouviram estalos na estrutura durante a madrugada e durante a noite os barulhos aumentaram. Um apartamento no segundo andar apresentou uma rachadura na parede.

Imóveis foram interditados após risco de desabamento em prédio de Vila Velha

13 minImóveis foram interditados após risco de desabamento em prédio de Vila Velha

Um prédio com possível risco de desabamento e outros cinco imóveis no entorno, localizados no bairro Nova Itaparica, em Vila Velha, foram interditados pela Defesa Civil entre a madrugada e a manhã deste domingo (24), deixando cerca de 220 pessoas fora de casa.

De acordo com a Prefeitura de Vila Velha, a Defesa Civil e a Guarda Municipal foram acionadas por moradores do Edifício Residencial Santos II, que relataram ter ouvido estouros durante a noite.

Moradores

Sem ter para onde ir, alguns moradores dormiram na calçada do condomínio.

“Estava deitada dormindo, quando escutei um barulho de bomba. Pensei que não fosse nada, mas vieram bater na minha porta dizendo para descer, que ia desabar. Só deu tempo de colocar um vestido e pegar meus documentos”, contou Irenildes Rodrigues de Souza.

A moradora passou a noite com o marido e o cachorro na calçada. A família dela é de São Mateus, no Norte do estado. Irenildes relatou que esperou por nove anos a conclusão da obra.

“Eu estou com o pijama por baixo da roupa até agora”, disse.

Vistoria

A Defesa Civil isolou a área e orientou que os moradores deixassem os apartamentos, só retornando depois de uma avaliação do Corpo de Bombeiros.

A Prefeitura de Vila Velha disse que a construtora foi acionada e esteve no condomínio ainda na noite desta quinta-feira. Foram constatadas trincas e rachaduras que, segundo os moradores, surgiram depois do barulho.

A Defesa Civil estadual e o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) farão uma vistoria com engenheiros para fazer um laudo sobre essa situação.

Fonte: G1

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments