InícioBrasíliaCasal acusado de matar e esquartejar vigilante em Samambaia no DF vai...

Casal acusado de matar e esquartejar vigilante em Samambaia no DF vai a júri popular

Marcos Aurélio Rodrigues de Almeida foi esquartejado no DF, polícia suspeita de ex-namorada — Foto: Arquivo pessoal

Está marcado para esta sexta-feira (12) o julgamento do casal acusado de matar e esquartejar o vigilante Marcos Aurélio Rodrigues de Almeida, de 32 anos. Partes do corpo dele foram encontradas dentro de um bueiro, em Samambaia, no Distrito Federal.

Casal acusado de matar e esquartejar vigilante em cidade satélite em Brasília vai a júri popular

Júri popular de ex-namorada e comparsa do crime está marcado para começar às 9h30 desta sexta-feira (12/2). O casal responde por homicídio triplamente qualificado e ocultação e destruição de cadáver

O casal acusado de matar e esquartejar o vigilante Marcos Aurélio Rodrigues de Almeida (foto em destaque), 32 anos, será julgado nesta sexta-feira (12/2). Partes do corpo do trabalhador foram encontradas dentro de um bueiro na QR 327 em Samambaia Sul, em novembro de 2019.

O casal acusado de matar e esquartejar o vigilante Marcos Aurélio Rodrigues de Almeida, 32 anos, em 9 de novembro de 2019, vai a júri popular nesta sexta-feira (12/2).

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) confirmou que a ocasião irá ocorrer na data marcada. Sem a presença de público e imprensa, o plenário está marcado para começar às 9h30. O casal responde por homicídio triplamente qualificado e ocultação e destruição de cadáver.

O processo está sob segredo de Justiça.
De acordo com as investigações da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), à época, a ex-namorada da vítima, 33, contou com a ajuda de um homem de 29 anos. Ela atraiu Marcos até a sua residência, em Samambaia Sul, o sedou com medicamentos controlados para o sono e o amarrou pelos punhos em um cômodo que ficava nos fundos da residência. Ele foi morto a facadas.

Partes do corpo de Marcos foram encontradas em diferentes localidades da Samambaia, todas a cerca de 578 metros da casa da ex-namorada. À 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia Sul), o homem confessou ter dado os golpes e esquartejado Marcos. A cabeça da vítima não foi encontrada, e as buscas por ela foram encerradas. As investigações apontam que a cabeça está no Aterro Sanitário de Brasília.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments