InícioBrasilO feitiço contra o feiticeiro: E se ficarem compradas as mensagens!?

O feitiço contra o feiticeiro: E se ficarem compradas as mensagens!?

Moro não reconhece mensagens sobre processo de Lula e vê ‘origem ilícita’.

O que se vê nessas mensagens pode ser classificado como escândalo: ao longo de todo o processo, o juiz “combinava o jogo” com o Ministério Público, oferecia informações detalhadas e orientação estratégica de como os procuradores deveriam agir, ajustava e coordenava as decisões.

Dentre os muitos absurdos, Moro pede a Deltan Dallagnol que interceda para que as defesas de delatores desistam de ouvir testemunhas, preocupado em proteger o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, e comemorando quando a denúncia contra Lula foi protocolada.

O descaramento chega ao ápice quando Dallagnol anuncia aos seus colegas, numa determinada troca de mensagens, que Moro condenaria Lula no processo, ou seja, revela que sabia antecipadamente qual seria a sentença do juiz.

Assim como já havia feito quando parte das conversas começou a ser publicada pelo site The Intercept Brasil, em 2019, Moro voltou a afirmar que não pode reconhecer que as mensagens são suas porque não tem registro guardado delas.

As revelações feitas pelas mensagens mostram como o ex-juiz Sérgio Moro e o ex-procurador federal Deltan Dallagnol manipularam a Lava Jato com o claro objetivo de tirar o ex-presidente Lula da corrida eleitoral de 2018.3

O feitiço contra o feiticeiro

Há quem diga que, ficando comprovada a origem das mensagens, Moro e Dallagnol podem até responder criminalmente ou serem presos.

Veia vendo!

 

 

 

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments