InícioBrasilLíder do DEM diz que saída de Maia "ajudará a pacificar" o...

Líder do DEM diz que saída de Maia “ajudará a pacificar” o partido

Líder do DEM diz que saída de Maia “ajudará a pacificar” o partido

O líder do DEM na Câmara, Efraim Filho, acaba de divulgar uma nota na qual diz que a eventual saída de Rodrigo Maia “ajudará a pacificar” o partido. O deputado afirma também que “o Democratas é um partido plural e não tem dono”.

O texto assinado pelo líder é um movimento político que deixa Maia ainda mais isolado internamente. Com o DEM sendo acusado de pular no colo de Jair Bolsonaro, Efraim escreve que “eleições serão discutidas em 2022” e que ACM Neto “preserva a independência”.

“Passada a eleição da Câmara, a bancada Democrata já se reorganizou, elegeu o líder e o membro para compor a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. Foco no trabalho em 2021. Serão prioridades saúde e vacinação, crescimento econômico e geração de empregos. Eleições serão discutidas em 2022. O Democratas é o partido que mais cresceu nas eleições municipais de 2020, venceu as eleições no Senado Federal, comandará uma das Casas do Congresso e permanecerá protagonista da agenda do Brasil para os próximos dois anos. Rodrigo Maia e o Democratas entraram juntos para a história do país, [o deputado] tem nosso respeito por esses momentos marcantes dessa parceria. Porém, com o anúncio de sua saída, deixa claro que chegou ao fim de um ciclo no partido, e essa decisão ajudará a pacificar o Democratas”, diz um trecho da nota.

Fonte: O antagonista

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments