InícioDestaquesGoiásPrefeito de Águas Lindas diz que mulheres grávidas terão seus filhos na...

Prefeito de Águas Lindas diz que mulheres grávidas terão seus filhos na cidade e não mais em Brasília

O médico e prefeito do maior município do Entorno afirmou que nos últimos 25 anos, as crianças de Águas Lindas nasceram nas maternidades de Brasília. “Mas isso vai mudar com a minha gestão”, diz

Em pouco mais de 30 dias, como prefeito de Águas Lindas, Dr. Lucas Antonietti já tem uma radiografia com graves problemas que terá que enfrentar neste seu primeiro ano de gestão a frente do mais populoso  município do leste goiano.

Para  atravessar os chamados 100 dias de governo e cumprir as promessas feitas durante a campanha, ocorrida no ano passado, Lucas Antonietti destacou que vai dar um choque de gestão e focar no resgate da saúde pública abandonada, há mais de 25 anos, e recuperá-la imediatamente.

 

Médico de profissão,  Dr. Lucas garantiu ao RadarDF que as mulheres grávidas de seu município não mais darão luz a seus filhos em Brasília, como aconteceu nos últimos 25 anos.

“Vamos colocar em funcionamento os dois centros cirúrgicos do Hospital Municipal Bom Jesus, fechados há mais de dez anos. Vamos instalar uma sala de parto humanizado para atendimento às mulheres grávidas, desde o pré-natal até o parto. A partir de agora as crianças aguaslindenses nascerão aqui e suas mães irão para casa com um kit-maternidade”, garantiu o prefeito.

O prefeito ressaltou que a saúde é a sua prioridade número, embora com o orçamento municipal a beira de um colapso, devido algumas obras construídas a toque de caixa, sem qualquer cobertura orçamentaria de 2021,

Ele acredita que gradualmente a população de Águas Lindas, deixará cada vez menos de depender dos hospitais do DF.

Além do programa “parto humanizado”, o prefeito se articula neste primeiro ano de sua gestão  junto ao governador Ronaldo Caiado para que as obras do  Hospital Regional de Águas Lindas sejam concluídas o mais rápido possível.

De acordo com o projeto, o Hospital Regional contará com pronto-socorro, 30 leitos de UTI (10 adulto, 10 pediátrico e 10 neonatal), 8 salas no centro cirúrgico, incluindo atendimento de obstetrícia, num total serão 137 leitos numa área construída de 11.405,62 m².

“O governador Ronaldo Caiado tem um compromisso de realizar um antigo sonho da nossa população que  se arrasta por mais de 25 anos.  Tudo indica  que a partir do segundo semestre desse ano as obras irão ser intensificadas para que no próximo ano o Hospital Regional seja definitivamente inaugurado”, disse.

Fonte: RadarDF
RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments