InícioBrasilIbaneis fica no MDB "Bom para Fraga, ruim para Filippelli". Será?

Ibaneis fica no MDB “Bom para Fraga, ruim para Filippelli”. Será?

Ibaneis fica no MDB
O governador Ibaneis Rocha garante que ficará no MDB. Apesar dos rumores e da aposta de políticos que participaram do Fórum Jurídico do IDP, em Lisboa, o emedebista assegura que não pretende migrar para o DEM. O partido, presidido em Brasília pelo ex-deputado Alberto Fraga, cresceu no governo Bolsonaro. Tem as presidências da Câmara e do Senado e três ministérios (Casa Civil, Agricultura e Saúde). Enquanto isso, o MDB mantém poder em três unidades da federação: DF, Pará e Alagoas.
Bom para Fraga, ruim para Filippelli
A notícia de que Ibaneis Rocha fica no MDB agradou o presidente do DEM, Alberto Fraga, mas deve ter incomodado o ex-vice-governador Tadeu Filippelli, que comanda a legenda no DF. Ibaneis prega renovação. 
Será?
 
Orçamento ouvindo a população
O governo Ibaneis vai promover uma espécie de Orçamento Participativo. A população poderá registrar pedidos para a proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PDLO) do próximo ano por site, telefone, ouvidoria e em audiência pública. A Secretaria de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão receberá sugestões até 3 de maio. A primeira maneira de participar é por meio eletrônico no sitehttps://www.ouv.df.gov.br/#/ .
 
Promoções na era Ibaneis
Sete tenentes-coronéis da Polícia Militar foram promovidos a coronel por merecimento no dia do aniversário de Brasília. São eles: o chefe da Casa Militar, Marcus Paulo Koboldt; Idenísio Alves Maciel Filho; Evaldo Soares Vieira; Reginaldo Alvino dos Santos; Carlos Renato Machado Paim; Alcenor Pereira dos Santos e Marcelo Rodrigues Dias. Foi a primeira promoção realizada pelo governador Ibaneis Rocha e da gestão da comandante-geral da PM, Sheyla Sampaio. 
 
 
Contagem regressiva para a liberdade
O ex-senador Luiz Estevão começou a trabalhar na última quinta-feira. Por decisão da Vara de Execuções Criminais, ele pode passar o dia cumprindo expediente e voltar para a prisão. No fim de semana, curtiu o saidão de Páscoa. Agora, saiu uma decisão da juíza Leila Cury estabelecendo que ele poderá partir para o regime aberto em novembro de 2021. Terá cumprido cinco anos e oito meses de prisão dos 26 anos a que foi condenado pelos desvios de recursos do Fórum Trabalhista de São Paulo.
RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments