InícioBrasilClã Roriz Entra Na Justiça Contra Filippelli Por Propaganda Eleitoral

Clã Roriz Entra Na Justiça Contra Filippelli Por Propaganda Eleitoral

Parentes do ex-governador Joaquim Roriz decidiram recorrer à Justiça para impedir o ex-vice-governador Tadeu Filippelli (MDB) de usar imagens e o nome do patriarca do clã nas propagandas eleitorais deste ano. Em abril, a mulher de Roriz, Weslian, já havia afirmado não permitir o uso de vídeos, som, fotos e referências à trajetória do político no DF.

Após o Metrópoles noticiar a indignação da ex-primeira-dama com as peças de campanha de Filippelli, representantes da família decidiram acionar a Justiça Eleitoral para suspender a veiculação imediatamente e multar o candidato a deputado federal pelo MDB.

Ainda na terça-feira (4/9), um vídeo de autoria desconhecida (veja abaixo) circulou por grupos de WhatsApp. No material, Filippelli é classificado como “traidor” ao aparecer na gravação de setembro de 2009, quando o ex-governador foi impedido por ele, já presidente do então PMDB (hoje MDB), de concorrer ao Governo do DF pela legenda. À época, o político filiou-se ao PSC.

Com a decisão, Joaquim Roriz teve de deixar o partido o qual ajudou a fundar. Logo após o episódio, Filippelli se juntou ao PT, de Agnelo Queiroz, um dos principais opositores da família Roriz à época. O ex-aliado dos rorizistas venceu as eleições, mas saiu derrotado na tentativa de renovar o mandato das duas principais cadeiras do Palácio do Buriti.

Sem a força do PT, com o MDB combalido e decidido a se descolar da Operação Panatenaico, que o levou para a prisão, Filippelli tenta se reaproximar do espólio eleitoral do ex-governador, internado na UTI desde o dia 24 para tratar de uma pneumonia.

O advogado de Filippelli, Herman Ted Barbosa, disse não ter conhecimento da ação. Assim que tiver, comentará o caso.

Fonte: Metropoles

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments