InícioTadeu Filippelli; suas articulações, desenvoltura e feitos no comando do PMDB-DF
Array

Tadeu Filippelli; suas articulações, desenvoltura e feitos no comando do PMDB-DF

55

O deputado federal mais bem votado no ano de 2006, Tadeu Filippelli, ex-vice governador do Distrito Federal, presidente do PMDB-DF é hoje um líder conhecido nacionalmente. Com sua desenvoltura ganhou a confiança de vários políticos importante nos últimos anos.

 

Foi homem de confi66ança do ex governador Joaquim Roriz, com quem conviveu 37 anos. Mas em dado momento preferiu abrir mão da “companhia” de Roriz, visando o crescimento do PMDB no DF.

Em 2010 Filippelli era forte candidato ao Senado
, inclusive com o apoio da chapa Arruda e Paulo Octavio. Antes, considerado o maior opositor do governador José Roberto Arruda, porem com sua boa “articulação” conseguiu uma boa cota de participação no governo do DEM.

99

A experiência de Filippelli foi importantíssima para o secretário de Obras, Márcio Machado, seu amigo  pessoal, e deram andamento em muitas obras importantes no GDF. Na época o nome de Filippelli estava cotadíssimo, dentro do grupo arrudista, rolou até uma conversa para Filippelli sair como vice de Arruda. Paulo Octavio seria candidato ao Senado.

Pelo fato de Paulo Octavio ter decidido não abrir mão da vaga de vice de Arruda. Tadeu Filippelli decidiu então voltar a conversar com o velho cacique. Para Filippelli, o que interessava era ser vice de Roriz ao governo do DF em 2010, mas não deu…  Com a deflagração da Caixa de Pandora, Arruda perdeu o mandato e seu vice, Paulo Octávio, renunciou.

Como na politica tudo acontece, uma aliança histórica colocou os adversários de 22todas as eleições do Distrito Federal, PT e PMDB juntos, Agnelo Queiroz (PT) candidato a governador com Tadeu Filippelli (PMDB) vice.

Na época o governador Rogério Rosso do PMDB, Não gostou muito da ideia e reclamou. “O PMDB tinha condições de ter uma candidatura própria” e etc…

A parceria PT e PMDB deu certo e Agnelo Queiroz elegeu-se  governador do DF tendo  Tadeu Filippelli  como vice.

Desde 2015, as duas siglas analisavam a possibilidade de uma nova aliança tendo o PMDB ou seja Filipelli, como cabeça de chapa. Mesmo assim, ouvia-se boatos de que “cada um seguiria seu caminho” e que a qualquer instante o  “PMDB” o vice-governador Tadeu Filippelli deixe a base aliada do governador petista. Nada feito, resolveram repetir a formação da chapa.

Agnelo Queiroz e o vice, Tadeu Filippelli, já no primeiro turno amargaram  o resultado das urnas que os deixou de fora da disputa para a reeleição.

44

Agora, olhando para 2018, com o vice presidente Michel Temer quase assumindo definitivamente a presidência da republica, na possibilidade do impeachment, o cenário politico se mostra aparentemente favorável, e faz com que a candidatura do PMDB ao Buriti ganhe muita força”.

Se isso ocorrer, provavelmente Tadeu Filippelli, será em 2018 um concorrente de “peso” ao cargo de governador do Distrito Federal. Historia o homem tem, façam suas apostas…

Da redação Informa Tudo DF

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments