Saúde nomeia 1.455 profissionais efetivos para a rede pública

    Maior número de convocados é de técnicos em enfermagem (696), seguidos de médicos (591) e enfermeiros (93), entre outras especialidades

    Nesta quinta-feira (14), foi divulgada, no Diário Oficial do Distrito Federal, a nomeaçãode 1.455 profissionais de saúde para a rede pública de Brasília. São 28 auxiliares em saúde, 93 enfermeiros, 5 cirurgiões-dentistas, 42 especialistas em saúde, 591 médicos e 696 técnicos em saúde (veja a tabela). Todos farão parte do quadro efetivo. Do total, 875 substituirão contratos temporários de julho de 2015 a fevereiro de 2016 e vacâncias decorrentes de exonerações. O restante — 580 — comporá o quantitativo previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias.

    O governador Rodrigo Rollemberg afirma que o Executivo tem se esforçado para garantir a melhoria da qualidade da saúde. “A reposição dos recursos humanos está entre nossas prioridades, ao lado da reposição permanente de medicamentos e de insumos e a manutenção de equipamentos”, destaca.

    Os convocados têm 30 dias para entregar a documentação no edifício-sede da Secretaria de Saúde (Setor de Áreas Isoladas Norte, Bloco B, antigo prédio da Câmara Legislativa), a partir da data da publicação. Aqueles que quiserem pedir reposicionamento para o fim da fila devem fazê-lo no prazo de cinco dias corridos, conforme a Lei Complementar nº 840, de 2011. Depois de tomar posse, os profissionais têm cinco dias para entrar em exercício. As instruções, com a lista de documentos a serem apresentados, estão no site da secretaria.

    Em 2015, a Saúde nomeou 1.056 concursados. Desse total, 722 tomaram posse. Os demais pediram para ser reposicionados no fim da fila ou não se apresentaram. Fonte: Agência Brasília.

    Informa Tudo DF