CLDF: A DEPUTADA DISTRITA LILIANE RORIZ PAGA MULTA DE 10 MIL E QUASE PERDE O MANDATO

    Liliane Roriz recorre na Justiça, paga multa de R$ 10 mil e mantém mandato na CLDF

    Ela tinha sido condenada por improbidade administrativa e poderia perder cargo político

    reduziu a pena da deputada distrital Liliane Roriz (PRTB/DF). Ela havia sido condenada por improbidade administrativa ao emitir notas fiscais falsas para alugueis de carros, em dois mil e doze.

     22

    Com a nova decisão, a deputada não será inserida na Lei da Ficha Limpa e pagou multa de cerca de R$ 10 mil e vai seguir com o mandato na CLDF (Câmara Legislativa do Distrito Federal).

    Anteriormente, o TJDFT definiu que o ato de improbidade administrativa, acarretaria na perda da função pública; suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco anos e proibição de contratar com o Poder Público pelo prazo de cinco anos. Os réus também foram condenado ao ressarcimento do dano causado, no valor de R$ 5 mil.

    O MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios) ajuizou uma ação civil para apuração de atos de improbidades relacionados à locação de veículos no ano de 2012, para uso do gabinete da deputada, sendo que o valor mensal dos contratos seria objeto de ressarcimento por verba indenizatória decorrente do exercício da atividade parlamentar. Alegou que o segundo réu, aproveitando-se da relação próxima que tinha com a suposta locatária, forjou o contrato de locação dos veículos, apropriando-se dos valores relativos ao falso ajuste, nos meses de janeiro e fevereiro de 2012. Fonte: Do R7.

    Informa Tudo DF