InícioGoverno inaugura Casa da Mulher Brasileira no DF
Array

Governo inaugura Casa da Mulher Brasileira no DF

Segunda no País, unidade oferece, em um único espaço, serviços para atender mulheres em situação de violência e vulnerabilidade

Governo inaugura Casa da Mulher Brasileira no DF

Líderes do Executivo nacional e local uniram-se na tarde desta terça-feira (2), na Quadra 601 da Asa Norte, para abrir as portas da segunda unidade da Casa da Mulher Brasileira no País. “Estamos muito felizes por receber essa iniciativa”, exclamou o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg. “É essencial somarmos esforços em torno dos interesses de Brasília e do Brasil”, acrescentou.

22 33 44

A iniciativa é parte do programa Mulher, Viver sem Violência, do governo federal, e a gestão ficará por conta do governo distrital, por meio da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

“Aqui, as mulheres vão encontrar proteção contra a violência, além de abrigo e apoio para recomeçar a vida”, defendeu a presidente da República, Dilma Rousseff, na solenidade de inauguração. Ela lembrou o contexto histórico do patriarcalismo e ressaltou a importância de uma política de governo que defenda as mulheres.

A ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci, disse que um dos objetivos da casa é fazer valer a Lei Maria da Penha, punindo os agressores e acolhendo as vítimas. “Infelizmente, não há multa nem cesta básica que apague a violência.”

“Espero que as casas nas capitais sirvam de exemplo para os municípios menores adotarem medidas parecidas”, disse Maria da Penha. A diretora do instituto de proteção à mulher que leva seu nome lembrou que, além de implantar a política pública protetiva, é importante que o Estado invista em educação. “É essencial cuidarmos de nossas crianças para que elas não reproduzam comportamentos violentos no futuro.”

Também estiveram no local a secretária de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do DF, Marise Nogueira, e a mãe e a esposa do governador, Teresa Rollemberg e Márcia Rollemberg, respectivamente.

Representantes dos serviços da unidade de Brasília, a desembargadora do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, Carmelita Brasil, o defensor público-geral do Distrito Federal, Ricardo Batista Sousa, e o procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, Leonardo Bessa, participaram do descerramento da placa de inauguração.

A solenidade, que lotou a área externa da Casa da Mulher Brasileira, reuniu ministros, secretários de Estado, parlamentares, administradores regionais, servidores, membros de movimentos sociais e sociedade civil.

Serviços concentrados
Com o objetivo de combater a violência contra as mulheres e acolher aquelas em situação de vulnerabilidade, o espaço reúne todos os serviços necessários para proteger as vítimas, como atendimento do Ministério Público e da Defensoria Pública, apoio psicossocial, alojamento de passagem e orientação para a promoção da autonomia econômica. A primeira das 27 unidades previstas nas capitais brasileiras foi inaugurada em 3 de fevereiro, em Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. com informações da Agência Brasília.

Informa Tudo DF

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments