20
    0
    COMPARTILHAR

    “Vou desmascarar Wellington Luiz e provarei a minha inocência”, diz Carlos Xavier

     
    xavier2014A defesa do ex-deputado distrital Carlos Xavier afirmou ao Blog que,  durante a julgamento do caso que ocorrerá nesta segunda (7),  apresentará fatos novos que comprovam que o ex-parlamentar foi vítima de uma grande conspiração orquestrada pelo então presidente do SINPOL-DF, Wellington Luiz, atualmente deputado distrital.
    A defesa levantou alguns pontos sobre o caso e promete “desmascarar” Wellington e comprovar a inocência de Xavier no caso do assassinato do garoto Éwerton, ocorrido em 2004. “Acabou a farsa. Fiquei calado todos esses anos, mas agora toda a verdade virá à público e todos saberão quem, como e por que me envolveram nessa história macabra. Vou desmascarar Wellington Luiz e provarei a minha inocência”, afirmou Xavier.

    O advogado de Carlos Xavier questiona o fato pelo qual o então presidente do Sinpol teria ido até a cela de Leandro Dias Duarte, um dos acusados pelo crime. Ele se dirigiu à cela às 19h25 acompanhado da advogada do preso e de outros três agentes e lá permaneceram por duas horas. A mãe de Leandro é prima da esposa de Wellington Luiz e, segundo Carlos Xavier, a visita serviu para mudar a versão dos três depoimentos prestados pelo acusado à polícia.
    “Se Leandro respondesse por latrocínio, poderia pegar 22 anos em regime fechado. Mudar sua versão para imputar a Carlos Xavier a responsabilidade pelo assassinato fez com que respondesse por um homicídio, que lhe rendeu apenas 13 anos de reclusão e já está em liberdade. Foi um ótimo negócio”, afirma o advogado de Carlos Xavier, Gilson Viana. Já o deputado Wellington Luiz nega as acusações.

    donny silva