Início Notícias Goiás Protocolo de intenções entre Governo de Goiás e Grupo Hypera Pharma assegura...

Protocolo de intenções entre Governo de Goiás e Grupo Hypera Pharma assegura investimentos de R$ 2 bilhões nos próximos cinco anos, em Anápolis

37
0
COMPARTILHAR

Previsão é gerar 2 mil postos de trabalho diretos no Estado. “Vai trazer aquilo que é o maior desafio do Brasil hoje: emprego”, destaca governador Ronaldo Caiado. Documento foi assinado, nesta quinta-feira (21/01), durante inauguração da unidade de fabricação de medicamentos sólidos da Brainfarma, no Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia)

“A Brainfarma se transforma na maior referência da América Latina em seu setor de atuação e mostra que vai trazer aquilo que é o maior desafio do Brasil hoje: emprego”, afirmou o governador Ronaldo Caiado, nesta quinta-feira (21/01), durante solenidade de assinatura de protocolo de intenções entre o Governo de Goiás e o Grupo Hypera Pharma para investimentos no Estado da ordem de R$ 2 bilhões nos próximos cinco anos. Reconhecida como uma das maiores fabricantes de medicamentos do Brasil, a empresa escolheu Anápolis para expandir as operações. Com a nova injeção de recursos, a previsão é de gerar cerca de 2 mil vagas diretas na unidade.

O ato se deu durante inauguração da unidade de fabricação de medicamentos sólidos da Brainfarma, subsidiária operacional do Grupo Hypera Pharma, no Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia). A unidade da empresa em Anápolis, atualmente, já é a maior operação industrial farmacêutica da América Latina. Em seu discurso, Caiado pontuou que governa de modo a criar um “clima favorável” ao empresariado e, consequentemente, ao desenvolvimento industrial. “Quero facilitar a vida do cidadão. Que ele possa acessar a internet, resolver seus problemas, ter sua licença, seu incentivo fiscal, trabalhar com maior tranquilidade”.

O sentido disso, para Caiado, é proporcionar, concomitantemente, segurança jurídica e social. “Não se pode governar um Estado com famílias carentes de energia elétrica e banheiro dentro de casa, sem acesso à escola para os filhos. São condições mínimas de qualidade de vida que devem chegar às pessoas. Não podemos governar ilhas de desenvolvimento, enquanto se tem ilhas de extrema carência”, refletiu.

O governador ainda comentou sobre frentes de trabalho do Estado no município e destacou a criação do Centro de Excelência de Tecnologia Ferroviária, que, segundo ele, será o maior complexo do setor no País, com uma previsão de investimentos de R$ 60 bilhões nos próximos 10 anos em Goiás, só na área de pesquisa ferroviária. “Vamos ampliar ainda mais os investimentos em Goiás, que vai se tornar uma referência nessa parte logística e, com isso, facilitar a expansão da capacidade de atender o Brasil todo em termos de fornecimento de medicamentos”, ressaltou aos diretores da empresa, durante discurso.

O secretário estadual de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), Adonídio Neto, disse que o clima empresarial é “outro” no governo Caiado. Segundo o titular, Goiás, que a cada quatro anos atraía R$ 8 bilhões em investimentos, vai conseguir anunciar um aumento para R$ 20 bilhões em 10 meses. “Isso é recorde no Estado de Goiás e se compara à atração de investimentos de São Paulo e Minas Gerais, o que faz com que o Estado esteja entre os primeiros em qualquer indicador de evolução do PIB industrial. Goiás é muito forte na agropecuária, mas hoje também é um dos maiores na área industrial,” pontuou.

Adonídio destacou que o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apontou que, de janeiro a novembro, 28.200 novos postos de trabalho com carteira assinada foram criados, sendo 11.258 no setor industrial. Também elogiou o Grupo Hypera Pharm. “Esse ciclo virtuoso em plena pandemia é motivo de orgulho para os goianos”, disse.

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves, afirmou que Caiado moralizou a obtenção de incentivos, ao democratizar seu acesso, e relatou uma conversa que teve com o governador, há cerca de dois anos. “Vi uma pessoa extremamente preocupada, pois sobre seus ombros, o povo anapolino havia depositado a esperança de reconstruir o Estado de Goiás e devolvê-lo aos goianos. Usei uma frase: governador, tenha tranquilidade. Não espere sentir prazer no cargo, nos primeiros dois anos. Mas com sua capacidade, honestidade, força de trabalho e disposição, o senhor vai transformar o Estado e colher tudo dois anos depois”, contou.

Dois anos depois, afirmou Naves, “o povo de Goiás está muito orgulhoso de um governador que se comporta como goiano e que estendeu as mãos para o povo que precisava”. Sobre o Grupo Hypera Pharma, destacou que a empresa é “genuinamente anapolina, nasceu do sonho dos anapolinos” e hoje mostra a “força de Anápolis”.

Breno Oliveira, presidente do Conselho da Brainfarma e CEO da Hypera Pharma, afirmou que a instalação da unidade em Anápolis foi um importante passo na missão de ser a melhor e mais completa indústria farmacêutica do Brasil, que já é o quinto maior mercado no mundo e um dos que mais crescem. “Escolhemos Goiás para centralizar nossas operações. Seguimos acreditando no Brasil e no Estado, que sempre nos deu apoio e suporte, principalmente agora na gestão Caiado, que nos proporciona segurança para fazer mais investimentos aqui”, ressaltou.

Ainda conforme o CEO, foram mais de R$ 1,5 bilhão em pesquisa, desenvolvimento e expansão na capacidade de produção nos últimos três anos. Com isso, calcula, foram gerados 2.300 novos empregos. Atualmente, são 7.700 colaboradores ao todo na empresa em Goiás.

A nova unidade da Brainfarma entrou em operação no final de 2020 e deve atingir mais 75% de capacidade nesse setor até o terceiro trimestre deste ano. Com cerca de 120 mil metros quadrados de área, a fábrica tem capacidade para produzir mais de 830 itens distintos, nas mais variadas formas farmacêuticas: sólidos, líquidos, semissólidos, efervescentes, injetáveis, aerossóis, dentre outras.

A diretora executiva industrial da Brainfarma, Daniela Castanho, presenteou o governador e o prefeito com o primeiro lote da nova linha da produção. “A cidade de Anápolis e Goiás nos dá orgulho e quero que se juntem a nós no sonho de sediar a maior fábrica de medicamentos da América Latina.” Ela frisou que a pandemia da Covid-19 trouxe ainda mais desafios ao processo de expansão, que por si já é complexo, mas isso não freou os esforços, pelo contrário. “Demos mais empregos ainda durante a pandemia e seguimos batendo recordes de produção”, pontuou.

Daniela ainda informou que doaram 20 respiradores para Anápolis e mais de mil testes PCR. “E imaginem trazer 50 toneladas de equipamentos por via área. O céu brasileiro viu um dos maiores cargueiros, o Antonov An-124-100, para que a gente conseguisse cumprir o desafio desta entrega”, disse.

A expansão da unidade visa também a futura transferência da produção para Goiás de negócios adquiridos pela Hypera Pharma desde o final de 2019 e que somam aproximadamente R$ 4,6 bilhões, incluindo grandes nomes do mercado farmacêutico, como Buscopan, Buscofem e Buscoduo (adquiridas da Boehringer Ingelheim), além de produtos dermatológicos adquiridos da indiana Glenmark. Com a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) nesta quarta-feira (20/01), segundo Breno Oliveira, em breve, a lista se estenderá ao portfólio da Takeda no Brasil, transação cujo fechamento está previsto para as próximas semanas.

Participaram do evento os diretores da Brainfarma, Armando Luís Ferreira (Estatutário), Rafael Vito (Estatutário), Juliane Dias Juabre (Executiva de Pesquisa e Desenvolvimento e Qualidade), Leonora Coimbra (Assuntos Corporativos) e Kleber Oliveira (Produção).

Também participaram o deputado estadual Coronel Adailton, o vice-presidente da Companhia de Desenvolvimento de Goiás (Codego), Nailton de Oliveira; o representante da vice-governadoria, chefe de gabinete Flávio Inácio da Silva; o coordenador regional de Educação, professor Luciano Almeida; representante do deputado estadual Amilton Filho, Daniel Vitor; o secretário municipal de Indústria e Comércio de Anápolis, Marcos Abrão Roriz; e o administrador do Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia), Marlon Caiado.

Governador Ronaldo Caiado assina protocolo de intenções entre o Governo de Goiás e o Grupo Hypera Pharma, que vai investir R$ 2 bilhões nos próximos cinco anos na unidade de Anápolis e gerar cerca de 2 mil empregos: “Não podemos governar ilhas de desenvolvimento, enquanto se tem ilhas de extrema carência” / Fotos: Cristiano Borges

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás