Início Brasília Ibaneis autoriza construção de 3 mil apartamentos populares no Riacho Fundo 2

Ibaneis autoriza construção de 3 mil apartamentos populares no Riacho Fundo 2

15
0
COMPARTILHAR
Governador Ibaneis Rocha

“Vamos trabalhar para que a gente consiga colocar essa fila para andar e o povo do DF tenha moradia de verdade”, disse o governador

O governador Ibaneis Rocha (MDB) assinou, na manhã desta quinta-feira (12/11), ordem de serviço para o início das obras de unidades habitacionais na terceira etapa do Riacho Fundo 2. O projeto prevê a construção de 3.033 unidades habitacionais na região administrativa. “Vamos trabalhar muito para que a gente consiga colocar essa fila para andar e o povo do DF tenha moradia de verdade para viver”, disse o chefe do Executivo local.De acordo com a Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab), o residencial Maria Clara será o primeiro a ser construído na região e terá 44 apartamentos (45 m²) compostos por dois quartos, sala, cozinha e banheiro. As unidades serão destinadas a candidatos das faixas de renda familiar, de R$1,8 mil a 12 salários mínimos.

Em seu discurso, o governador ressaltou que está conseguindo, junto com as cooperativas, levar um plano de habitação verdadeiro para a população do DF. “Estamos fazendo infraestrutura para a cidade e melhorando a vida dessas pessoas”, disse Ibaneis.

O chefe do Executivo local ainda anunciou que vai fazer mais sete escolas públicas no Riacho Fundo 2. “Nós estamos trabalhando e a população está vendo o nosso trabalho. As obras aqui começam agora e vamos voltar para entregar as unidades habitacionais a quem merece. Vou continuar firme na minha luta, até o último dia do meu mandato cumprindo tudo aquilo que prometi”.

Neste primeiro momento, 70 vagas de empregos serão abertas. A construtora Monteiro e Martinho é a responsável pelas obras do residencial Maria Clara e o valor total de investimento será de aproximadamente R$ 4,5 milhões.

Além das habitações, em junho deste ano, foi iniciada a implementação de infraestrutura e urbanização na região, incluindo serviços de sistema de abastecimento de água potável, esgotamento sanitário e redes de drenagem.

“O Riacho Fundo 2 é uma cidade que estava abandonada, carecendo de muitas obras e com um processo de regularização parado há 21 anos. A ideia é entregar até o próximo ano, meados de 2021, se não todos os prédios, pelo menos uma boa parte deles já com condições de habitação”, disse o governador.

Segundo Ibaneis, também está no s planos a construção de sete escolas, que está em fase de licitação na Novacap. “Vamos construir mais duas unidades básicas de saúde para que a população tenha condições de ser atendida na sua localidade”, disse Ibaneis.

Regularização

Na oportunidade, Ibaneis também fez o anúncio do decreto de regularização e escrituração das quadras QC 1 a QC 6 do Riacho Fundo 2 e assinou os decretos de regularização fundiária de áreas no Riacho Fundo 1, Recanto das Emas, Taguatinga, Brazlândia e Ceilândia.

O projeto de regularização da segunda etapa do Riacho Fundo 2, referente às quadras QC1 a QC6, foi aprovado na URB 006/2020 e vai regularizar 1.682 lotes. Esta ação vai beneficiar aproximadamente 8 mil moradores da região.

“Isso é muito importante para as cidades, para o desenvolvimento de Brasília e mais ainda para as famílias que vão ter o sonho da casa própria realizado. Estamos extremamente felizes. Nosso eterno agradecimento ao governador Ibaneis Rocha que acreditou nessa ação”, comemora o presidente da Codhab, Wellington Luiz.

Após emissão do decreto de aprovação no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), o projeto, agora, será encaminhado para registro cartorial.

A etapa seguinte será a coleta de documentação dos moradores para habilitá-los a participar do processo de regularização de suas unidades, identificando se ela se dará por doação, venda direta ou licitação com preferência de compra, de acordo com a legislação vigente.

Finalizada esta importante etapa, a Codhab realizará a entrega das escrituras aos beneficiários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here