Início Brasil Maia: Servidores públicos concursados ou eleitos redução de 20% nos salários

Maia: Servidores públicos concursados ou eleitos redução de 20% nos salários

210
0
COMPARTILHAR

O corte na remuneração deverá atingir a maior parte dos servidores. Citou ainda os juízes e os fiscais de renda: “Todos os poderes precisam contribuir protegendo aqueles que estão no enfrentamento da crise”. Os juízes e os fiscais de renda: “Todos os poderes precisam contribuir.

o corte não seria para todos os funcionários públicos – os que trabalham diretamente com o controle do novo coronavírus ou que têm salários mais baixos não participariam da medida

Maia: partidos farão texto coletivo de corte salarial de servidor

Projeto será conjunto das legendas e, segundo o presidente da Câmara, preverá contribuição de todos os funcionários dos três poderes

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta terça-feira (24/03) que os partidos da Casa apresentarão proposta coletiva com corte salarial de servidores durante a crise do coronavírus no país. O democrata destacou que as mudanças devem abranger não apenas parlamentares mas também integrantes dos outros poderes.

“Vão apresentar uma proposta coletiva que representa ao menos parte das siglas. Todos sabem que haverá empobrecimento da população e que a renda do brasileiro vai ser menor”, justificou Maia, em entrevista ao vivo na Globonews.

O político fluminense ressaltou que o corte na remuneração deverá atingir a maior parte dos servidores. Citou ainda os juízes e os fiscais de renda: “Todos os poderes precisam contribuir protegendo aqueles que estão no enfrentamento da crise”.

Maia justificou que os partidos estão dialogando e que vão construir um texto em comum, no qual agentes públicos também terão de dar a sua contribuição. Mais cedo, em entrevista à Rádio Bandeirantes, o parlamentar defendeu que a redução fosse de 20%.

O deputado explicou que o corte não seria para todos os funcionários públicos – os que trabalham diretamente com o controle do novo coronavírus ou que têm salários mais baixos não participariam da medida, por exemplo. As declarações foram dadas nesta tarde, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

“Agora, os servidores públicos, sejam aqueles concursados ou eleitos, todos têm uma estabilidade. Neste momento, nada mais justo que a gente vá dialogando, sem parecer uma coisa oportunista. Aqueles que estão trabalhando de forma remota, que podem dar uma colaboração, é importante”, ponderou. Fonte: metropoles

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here