Início Notícias Brasil Ex-governador Joaquim Roriz volta a ser internado em Brasília

Ex-governador Joaquim Roriz volta a ser internado em Brasília

159
0
COMPARTILHAR

O político apresentou quadro de febre alta e deu entrada no Hospital Home. Depois de fazer exames, ele foi liberado

MATERIAL CEDIDO AO METRÓPOLES
Manoela Alcântara

O ex-governador Joaquim Roriz, 81 anos, foi internado no Hospital Home, localizado na 613 Sul. Essa é a segunda vez em menos de um mês que ele volta à unidade de saúde. Em 20 de março, o político amanheceu com vômitos e a família preferiu interná-lo devido ao quadro debilitado em que se encontrava. Nesta quinta-feira (12/4), precisou de atendimento novamente por ter apresentado febre alta.

De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital Home, Roriz foi liberado no fim da tarde, após exames. Fontes ligadas à família afirmam que foi necessário ir até a unidade para pesquisar o quadro febril do ex-governador, que é paciente renal crônico e diabético. Ele ficou internado em observação após receber medicação intravenosa para baixar a temperatura, uma vez que a família não conseguiu controlar a febre do político em casa.

Além dessas enfermidades, o político tem problemas cognitivos. Laudo do Instituto Médico Legal (IML) atestou a insanidade mental de Joaquim Roriz. De acordo com o parecer médico, ele sofre de síndrome demencial de etiologia mista, decorrente de Alzheimer e problemas vasculares, em estágio grave, com intensa repercussão sobre sua autonomia.Em fevereiro deste ano, por decisão judicial, ele deixou de responder ao processo que trata de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo o Edifício Monet, em Águas Claras. Ele e membros da família foram acusados de receber apartamentos em troca de favores. O juiz substituto da 2ª Vara Criminal de Brasília, André Ferreira de Brito, homologou o exame do IML que atestou o fato de o ex-governador não ter compreensão da denúncia de corrupção contra ele.

Amputação
O quadro de saúde se agravou nos últimos anos. Em agosto de 2017, o Metrópoles revelou que Roriz precisou amputar dois dedos do pé esquerdo por causa do agravamento da diabetes. O político voltou ao hospital 11 dias depois e, dessa vez, teve a perna direita amputada na altura do joelho.

Dois anos antes, em novembro de 2015, o político ficou quase uma semana internado após um quadro de hipertensão e taquicardia e precisou fazer um cateterismo.

O patriarca da família Roriz governou o DF por 14 anos. Em 2006, foi eleito senador. Iniciou o mandato em 2007 e renunciou após cinco meses para escapar de um eventual processo de cassação devido ao escândalo da Bezerra de Ouro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here