Início Brasil PROS recebe homenagem por debate sobre Previdência

PROS recebe homenagem por debate sobre Previdência

111
0
COMPARTILHAR

O PROS, representado por seus deputados federais, Ronaldo Fonseca (DF), Felipe Bornier (RJ), e Weliton Prado (MG), reconheceu a importância da mobilização popular.

Fenafisco e Anfip prestaram homenagem ao partido com documento de agradecimento.

Representantes da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip) e a Federal Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco) entregaram nesta terça-feira (20) um documento de agradecimento pelo apoio dado pelo PROS à discussão da Reforma da Previdência, texto que tramita na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16.

O presidente da Fenafisco, Charles Alcantara, lembro o documento é simbólico e demonstra o agradecimento dessas entidades pelo trabalho desenvolvido pelo PROS com o objetivo de ampliar o debate e esclarecer pontos da Reforma da Previdência.

“O partido, representado por seus deputados federais, sempre estiveram à disposição e demonstraram interesse em ouvir as nossas reivindicações, como também lutar pela implementação delas”, disse.

O líder do partido, deputado Felipe Bornier (RJ), acompanhado dos deputados federais Ronaldo Fonseca (DF) e Weliton Prado (MG), reconheceu a importância da mobilização popular.

“O PROS seguirá com a bandeira em defesa dos movimentos sociais, ouvindo o que vem da sociedade e respeitando a independência de nossos deputados. E não só em relação a esse assunto, como todos os outros, a ideia do partido é debater com uma linguagem simples, acessível e que a população entenda o que estamos aprovando”, disse Felipe Bornier.

Em vídeo, Ronaldo Fonseca desmente suposto rombo na Previdência e critica proposta do governo

Ronaldo Fonseca 

“Por que não cobrir o tal rombo com as dívidas deixadas por bancos e empresas?”, questiona o deputado federal do PROS.

“O governo utilizou, no ano passado, 20 bilhões da Previdência para pagar juros da dívida pública, ou seja, dinheiro para os bancos”, explica Ronaldo Fonseca em vídeo que está causando polêmica pelas considerações sobre a atual Reforma da Previdência (PEC 287/16).

De acordo com o parlamentar, o governo deve buscar cobrir o suposto rombo cobrando dos grandes devedores. “Entre os principais devedores da Previdência temos bancos privados e estatais, empresas públicas, privadas, etc. Por que o governo não cobra desses devedores? Por que não busca esse dinheiro para cobrir o rombo que dizem que existe?”, disse.

Aprovação

A Comissão Especial da Reforma da Previdência concluiu na terça-feira (9) a votação do substitutivo do relator, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), após a análise de dez destaques. Agora, a proposta precisa ser votada em dois turnos pelo Plenário da Câmara dos Deputados, onde serão necessários 308 votos para aprovação em cada turno.

O que muda

A reforma da Previdência, entre outras medidas, fixa idade mínima para a aposentadoria dos trabalhadores em geral, de 65 anos para homens e 62 para mulheres, aumenta o tempo mínimo de contribuição para a Previdência para 40 anos de serviço para receber o benefício integral e altera o cálculo dos benefícios sociais.

Assista ao vídeo no Facebookhttps://www.facebook.com/ronaldofonsecaoficial/videos/1937339042958282/

Redação Pros na Câmara

Informa Tudo DF 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here