Início Notícias Brasil Pé no freio: Cristovam adia licença do Senado após suplente ser acusado…

Pé no freio: Cristovam adia licença do Senado após suplente ser acusado…

62
0
COMPARTILHAR

Pré-candidato à presidência da República, o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) decidiu adiar o início da licença do seu mandato até que sejam esclarecidas quaisquer denúncias envolvendo seu suplente Wilmar Lacerda (PT-DF). O recuo da decisão de ceder o cargo ao suplente ocorre dias após Wilmar ser acusado de comprar sexo de uma adolescente de 17 anos com lanches.

Com a licença, Cristovam pretendia percorrer o país com o intuito de fazer pré-campanha para as eleições de 2018. Mesmo assim, o senador reafirmou sua disposição em disputar a indicação do seu partido para concorrer à presidência.

PUBLICIDADE

Em nota, Wilmar informou que, de comum acordo com Cristovam Buarque, não assumirá o mandato de senador da República “enquanto durarem as investigações em curso nas quais provarei minha inocência”.

O caso

A jovem envolvida no escândalo contou, durante depoimento prestado à Polícia Civil do DF, que os encontros com Wilmar ocorreram no fim do ano passado, após conhecê-lo através de uma agenciadora de jovens para homens ricos, chamada Rebeca. Eles mantiveram relações sexuais na casa de Wilmar.

A adolescente acreditava que seria bem remunerada, porém não recebia dinheiro. Trecho do boletim de ocorrência diz: “a declarante manteve relação sexual com Wilmar Lacerda por cinco vezes, o qual nunca pagou em espécie, pois dizia que não tinha dinheiro, mas sempre pagava um lanche”.

Em nota, Wilmar negou as acusações e destacou que teve um “relacionamento normal” com a jovem, argumentando não ter sido ilegal porque a mãe dela teria conhecimento a respeito dos encontros. “O relacionamento não ocorria às escondidas ou por meio de pagamento de qualquer espécie”, alega. “Os chamados ‘lanches’ eram, nada mais, que refeições que fazíamos em locais públicos, como restaurantes e shopping”, diz a nota.

Do jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here