Início Brasil Glauco mentiu para o Juiz Moro? Registros de hospital contrariam depoimento…

Glauco mentiu para o Juiz Moro? Registros de hospital contrariam depoimento…

77
0
COMPARTILHAR

  • Novas declarações contrariam diretamente o depoimento dado por Glauco da Costamarques, acusado de ser laranja de lula e investigado na Operação Lava Jato

Hospital Sírio-Libanês entregou quarta-feira (11) ao juiz Sergio Moro o registro de três visitas do contador João Muniz Leite aoengenheiro Glaucos da Costamarques, em dezembro de 2015. Segundo as informações do hospital, o advogado e compadre do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) Roberto Teixeira não fez qualquer visita. O documento, solicitado pelo juiz no âmbito da ação que investiga se Glaucos foi laranja de Lula, contradiz diretamente o depoimento dado pelo engenheiro a Moro.

Segundo o engenheiro, que é investigado na Lava Jato na ação penal sobre supostas propinas da Odebrecht para Lula, ele não recebeu pagamentos referentes aos aluguéis do período entre 2011 e 2015, do apartamento 121 do edifício Hill House, em São Bernado do Campo, que é utilizado pelo ex-presidente. Glaucos também afirmou que os aluguéis só passaram a ser pagos após visitas  de Roberto Teixeira e do contador que teria ido ao seu encontro para solicitar que rubricasse os documentos. A visita do advogado teria ocorrido, segundo ele, em novembro de 2015, e a do contador no mês seguinte.

O Hospital Sírio-Libanês, entretanto afirmou não ter registros da entrada de Teixeira no período citado e informou que apenas o contador fez três visitas a Glaucos, em 3 de dezembro de 2015 e nos dois dias seguintes.

Declaração feitas por escrito por Muniz e também entregues a Moro nesta quarta-feira ressaltam as contradições no depoimento de Glaucos. Além de admitir já ter prestados serviços contábeis ao engenheiro, o contador afirma que teria recebido comprovantes dos pagamentos referentes aos aluguéis no período descrito por Glaucos e negou que tenha pedido para que ele rubricasse os recibos.

Defesa

Os advogados de Lula informaram que vão entregar os originais dos documentos apresentados em setembro para comprovar o pagamento dos aluguéis – o contrato de locação e 26 recibos. Além disso, outros seis comprovantes de 2011 também foram localizados e colocados à disposição para que passem por uma perícia

Fonte: Veja

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here