Ninguém está Livre: Distrital Joe Valle é vítima de estelionatários e vai parar no Serasa

    21
    0
    COMPARTILHAR

     

    Toninho Tavares/Agência Brasília

    TONINHO TAVARES/AGÊNCIA BRASÍLIA

    Os documentos do parlamentar foram usados para a abertura de duas linhas de telefone em Penedo (AL). Os bandidos não pagaram as contas e agora o deputado está com o nome sujo na praça.

    O nome do deputado distrital Joe Valle (PDT) foi parar no Serasa. Ele foi vítima de um golpe em que os criminosos usaram os documentos do parlamentar para adquirir linhas telefônicas de duas operadoras. Ficaram seis meses sem pagar as contas e a dívida provocou problemas para Joe. Ele soube dos débitos quando foi ao banco fazer uma transação e o gerente o informou da pendência.

    Os estelionatários usaram as linhas de celular das operadoras Tim e Claro, em Penedo (AL). Joe Valle foi até a 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte) prestar queixa e passou cerca de uma semana tentando resolver todas as pendências com as operadoras de telefonia a fim de regularizar a situação.O débito era de pouco mais de R$ 1 mil. “Não podia deixar essa situação sem uma resposta. É preciso denunciar. São meus documentos, não podemos ficar vulneráveis assim”, afirmou o deputado.

    Por meio de nota, a Claro afirmou que “segue rigorosamente as normas e legislações vigentes do setor. A operadora esclarece que todos os contratos de aquisição de linhas são realizados mediante a apresentação dos documentos pessoais do cliente. A empresa reitera que dispõe de rígidos sistemas de segurança e monitoramento, com o objetivo de coibir ações fraudulentas.”

    Já a TIM informa “que exige documentação original com foto e comprovante de endereço atualizado. A empresa reforça que está atenta aos casos de fraude e vai analisar o episódio em questão”. Fonte: Metropoles.

    Informa Tudo DF