De Boca Fechada: Rogério Rosso silencia e não fala nada sobre o caso das propinas que abala o governo de Brasília

    16
    0
    COMPARTILHAR

    DE BOCA FECHADA: ROGÉRIO ROSSO SILENCIA E NÃO FALA NADA SOBRE O CASO DAS PROPINAS QUE ABALA O GOVERNO DE BRASÍLIA

    22
    Impera o silêncio assombroso de Rogério Rosso, presidente do PSD, partido que também pertence o vice-governador do Distrito Federal, Renato Santana, sobre o rumoroso caso de supostos pagamentos de propinas dentro do governo de Bra

    O caso está sendo investigado pela CPI da Saúde da Câmara Legislativa, bem como pela Polícia e pelo Ministério Público. No entanto, o deputado federal Rogério Rosso não fala nada, mesmo se alguém perguntar como insistiu o Radar neste domingo.

    O caso do pagamento de propinas, conforme disse o próprio vice-governador Renato Santana, até antes do vazamento dos áudios gravados pela presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues, era um caso de “segredo de Estado”. Tudo estava abafado.

    Quem mora aqui sabe o quanto o Governo de Brasília é atrapalhado e que até hoje não conseguiu tirar o DF da situação decadente que sofre os vários setores como Segurança Pública, Saúde e Educação. Porém, não se esperava tanto que, além da falta de gestão, poderia vir à tona sujeiras como as que ganharam repercussão na imprensa após os depoimentos da sindicalista Marli Rodrigues e de Renato Santana ocorridos na CPI da Saúde.

    Nomes de servidores do GDF foram revelados em um suposto esquema de pagamento de propinas apontando ainda o envolvimento do próprio governador Rodrigo Rollemberg que nega e promete ir a forra para colocar seus denunciantes na cadeia.

    E o que Rosso tem a ver com isso? Nada, do ponto de vista pessoal. Mas do ponto de vista do governo que compartilha com Rollemberg, deveria ter muito a declarar a uma população que se diz representante. O Radar o procurou neste domingo em busca de uma manifestação do deputado  sobre a crise política que se abate no Governo de Brasília.

    Como presidente do PSD, que hoje ocupa a Vice Governadoria do Distrito Federal e centenas de cargos na estrutura do governo de Rollemberg, o deputado foge do assunto surgido pelos supostos casos de corrupção dentro da Secretaria de Saúde e da Fazenda, conforme mencionou o vice-governador Renato Santana do seu partido. Há um princípio de racha ou não entre os dois partidos (PSB e PSD) que compõe e administra o governo de Brasília?

    O governador Rollemberg, em uma entrevista a Rádio CBN, disse que o vice Renato Santana teria sido um “irresponsável e leviano” ao afirmar que havia pagamento de 10% de propina na Secretaria da Fazenda. Neste caso, o governador fez um julgamento precipitado?

    Essas e outras perguntas foram enviadas por Radar ao deputado federal Rogério Rosso. Apesar de recebidas e lidas o parlamentar ignorou e não deu qualquer resposta. O silêncio do deputado é assombroso. Da Redação Radar Condomínios.

     

    Informa Tudo DF

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here