DF: Segurança de motociclistas é tema de debate

    30
    0
    COMPARTILHAR

    Seminário promovido pelo Detran-DF discute medidas educativas para reduzir a quantidade de acidentes de trânsito que envolvem motos. Nos primeiros quatro meses deste ano, 23 motociclistas morreram nas ruas do Distrito Federal

    Nos dias 12 e 14 deste mês ocorre o 1º Seminário sobre Segurança Motociclística, no auditório da Escola de Governo. O encontro tem o objetivo de debater ações ligadas à segurança do motociclista, a fim de reduzir o número de mortes no trânsito do Distrito Federal.

    Mortes_em_acidentes_de_transito_no_df_1quadrimetre_2016_AgenciaBrasiliaCerca de 100 pessoas que atuam direta ou indiretamente na prevenção de ocorrências envolvendo motociclistas vão participar do seminário. São eles, profissionais de saúde, segurança, fiscalização, engenharia e representantes de motoclubes.

    Durante os dois dias do encontro, que já está com as inscrições encerradas, será abordado o papel da educação para evitar acidentes, as estatísticas sobre a mortalidade de motociclistas e o atendimento às vítimas, entre outros assuntos. A iniciativa é da Diretoria de Educação de Trânsito, do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF).

    De acordo com a diretora de Educação de Trânsito do Detran, Gláucia Simões, esse primeiro debate é voltado para pessoas que trabalham na área, pois as conversas servirão de subsídio para o primeiro curso de direção defensiva para motociclistas ministrado pelo Detran, previsto para acontecer em setembro. “Teremos mediadores e palestrantes da Polícia Civil, da rede de saúde e especialistas do Detran abordando questões referentes a legislação, primeiros-socorros e paz no trânsito”, destacou a diretora. Gláucia ressalta que os índices de mortes no trânsito envolvendo motociclistas têm diminuído e que isso se deve a vários fatores. “Quando se fala em redução de óbitos, falamos no somatório das ações de fiscalização, educação e sinalização”, explica.

    Número de mortes envolvendo motociclistas

    Nos primeiros quatro meses deste ano, houve 115 mortes no trânsito, sendo que 23 envolviam pilotos em motos. Os outros foram 44 pedestres, 26 motoristas, 19 passageiros e três ciclistas. Segundo a diretora, os números são muito expressivos se levarmos em consideração a quantidade de motos e carros. Informações da Agencia Brasilia.

    FRENTE PARLAMENTAR EM DEFESA DO MOTOCICLISTA NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

    0No final do ano passado o deputado federal Ronaldo Fonseca lançou a Frente Parlamentar em defesa do Motociclista. Na ocasião estiveram presentes autoridades e representantes de entidades ligadas ao tema.

    Entre eles, o Tenente Coronel Cecílio dos Santos – Comandante do primeiro Batalhão de Transito da Polícia Militar do Distrito Federal, o pastor André Fernandes – presidente nacional do Esquadrão de Cristo Ministério Motociclístico, Rafael Rodrigues Suguino – chefe do Núcleo de Motociclismo da Polícia Rodoviária Federal, Alexandre Costa Guedes – Coronel do Corpo de Bombeiros e Claudio Renato Rodrigues – Presidente da ATAM-DF – Associação de Trabalho e Assistência aos Motociclistas do Distrito Federal.

    A iniciativa empolgou os participantes e gerou muita expectativa nos motociclistas.

    O deputado Ronaldo Fonseca falou que recebeu muito apoio à proposta de instalação da frente Parlamentar e lembrou que o projeto de categorização de habilitação para moto, de sua autoria, teve cerca de 450 mil visualizações e quase 2 mil comentários. Ronaldo Fonseca elogiou a participação popular. Saiba Mais Aqui.

    Informa Tudo DF