Falhas no Paranoá Parque serão resolvidas em 10 dias, diz Codhab

    63
    0
    COMPARTILHAR
    PRÉDIOS ESTÃO COM PROBLEMAS NA ESTRUTURA E FORAM ENTREGUES SEM ÁGUA E LUZ

    Codhab nega falhas na estrutura e diz que espaço foi vítima de vandalismo

    Fonte: G1 DF –

    Depois da reclamação de moradores sobre falhas na estrutura do Paranoá Parque, no Distrito Federal, a Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab) disse que os problemas no condomínio serão resolvidos em até dez dias. As chaves foram entregues na última sexta (1º) com o espaço sem água e luz e com transtornos como desníveis em portas e paredes, falta de fiação e vazamentos. …

    A Codhab negou haja falhas na estrutura. Mais cedo, a companhia informou que notificou a construtora sobre os apartamentos depredados e disse também que a empresa já começou a fazer os reparos nas áreas comuns.

    “A Codhab vai estar apoiando essas pessoas todas durante essa semana e a gente espera dentro de um prazo máximo de dez dias não ter uma reclamação em relação à qualidade do imóvel entregue”, afirma o diretor imobiliário da Codhab, Jorge Gutierrez.

    Neste sábado, a Defesa Civil inspecionou o local e disse que não há risco de os prédios desabarem mesmo com as paredes tortas. Os edifícios estão também sem extintores e sem luzes de emergência. Segundo Gutierrez, os equipamentos foram guardados para a cerimônia de entrega e serão reinstalados.

    “A construtora levou do governo aqui milhões, entçã ela tinha que ter um pouquinho mais de cuidado, de carinho, para preparar uma moradia para uma família”, afirma a dona de casa Luciana da Silva.

    A convite da reportagem da TV Globo, o engenheiro Dickran Berberian, da Universidade de Brasília (UnB), foi até o local para avaliar a situação. Ele identificou uma série de falhas.

    O piso externo é um exemplo. “Ela [calçada] começa a trincar. Vai acabar com a calçada em breve”, disse. Na base, “além de trincar as paredes, vai dar mofo, bolor e ácaros”.

    Ele constatou que os degraus estão fora do padrão. “Essa aqui está dois centímetros mais baixo.” O corrimão está solto e placas refletivas estão se soltando. “Se a cola realmente for boa, você pode voltar com martelinho de borracha, pressionando isso aí. [Se nada for feito], menino, então, vai fazer coleção de placas.”

    A terceira e última etapa do Paranoá Parque teve a entrega de 2.304 unidades para famílias cadastradas no programa Morar Bem. Cada apartamento tem dois quartos, sala, cozinha e banheiro. O preço médio da prestação é de R$ 180. Ao todo, o condomínio tem cerca de 10 mil moradias.

    O local também foi vítima de vandalismo. Foram 13 portas arrombada só no bloco “O”. Também foram levados interruptores, fiação elétrica, tomadas, quadros de energia e outros itens da casa. Apesar de estar sem água, há um vazamento próximo ao registro. No parquinho, há um buraco no alambrado.

    Chego aqui, está tudo arrebentado, a cozinha não tem fiação, a fiação foi toda destruída”, afirma a autônoma Nilva Aparecida da Silva.

    “Quando a gente fez a vistoria tinha as tomadas, tudo certinho, mas agora que a gente entrou está tudo arrebentado, sem energia”, diz o porteiro Adriano Nunes da Silva.

    Em portas e paredes, é possível encontrar desníveis. A reportagem da TV Globo constatou que a diferença em uma das estruturas era de pelo menos dois dedos. Nas escadas, os degraus têm tamanhos diferentes. O padrão previa que tivessem 17 centímetros, mas há unidades de 7 cm e de 6,5 cm.

    Informa Tudo DF

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here