CÂMARA: SESSÃO SOLENE EM HOMENAGEM A ISRAEL

    20
    0
    COMPARTILHAR

    RONALDO FONSECA PARTICIPA DE SESSÃO SOLENE EM HOMENAGEM A ISRAELronaldo

    Pelos judeus do Brasil, brasileiros que vivem em Israel para que possamos ter visão da diplomacia e comércio exterior, contra a equivocada política externa do antigo governo, cito salmo 122 e versículo 6. Orai pela paz de Jerusalém. Prosperarão aqueles que te amam.

    O deputado federal Ronaldo Fonseca participou nesta quinta (19) da Sessão Solene em Homenagem a Data Nacional da Criação do Estado de Israel, realizada no plenário da Câmara dos Deputados. O deputado iniciou a fala mencionando seu voto na sessão da Câmara que analisou o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no dia 17 de abril passado. Na ocasião Fonseca votou sim e justificou que o fez pelo povo brasileiro, pelo Distrito Federal, pela nação evangélica e cristã e pela paz de Jerusalém.

    O parlamentar afirmou que mencionou a paz em Jerusalém em seu voto, para chamar a atenção.  A menção no meu voto em 17 de abril foi para chamara a atenção para a política externa equivocada que o antigo governo estabelecia. Afirmou

    Fonseca lembrou que Brasil e Israel compartilham cooperação interestatal nas áreas técnica, científica e tecnológica, ressaltando que as relações diplomáticas entre Brasil e Israel acontecem desde 1949, quando o Brasil foi um dos primeiros países a reconhecer o Estado de Israel e que as relações diplomáticas bilaterais entre os dois países datam de 1951. Mas lamentou que, embora tenha priorizado em seu governo a política externa do Oriente médio se aproximando de países Árabes e de Israel, o então presidente Lula tenha sido o primeiro presidente a pisar no Oriente Médio sem visitar Israel.

    Fonseca concluiu citando um texto bíblico. Pelos judeus do Brasil, brasileiros que vivem em Israel para que possamos ter visão da diplomacia e comércio exterior, contra a equivocada política externa do antigo governo, cito salmo 122 e versículo 6. Orai pela paz de Jerusalém. Prosperarão aqueles que te amam. Concluiu. Em entrevista ao repórter Luís Barrucho da BBC Brasil em Londres no dia 20 de abril, ao ser questionado sobre a razão de destacar a paz de Jerusalém em seu voto, Fonseca afirmou. O governo do PT virou as costas para Israel. Eles priorizaram os árabes. A única vez que um presidente da República foi ao Oriente Médio e não pisou em Israel foi o presidente Lula. A presidente Dilma rejeitou um embaixador indicado por Israel só porque ele foi colono na Palestina, na Faixa de Gaza. O governo do PT priorizou os guerrilheiros, priorizaram Cuba, Venezuela. A presidente Dilma fez defesa até do Estado Islâmico. Falei para chamar atenção mesmo. Afirmou.

    INFORMA TUDO DF

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here